Nova B the Travel Brand em Lisboa “é muito mais que uma agência de viagens”

07-06-2019 (10h54)

A B the Travel Brand inaugurou ontem em Lisboa uma nova loja que “é muito mais que uma agência de viagens”, segundo o seu director, Hugo Oliveira, que explicou ao PressTUR como irá funcionar o novo espaço do Grupo Ávoris em Portugal.

Hugo Oliveira integrou a Ávoris (antiga Barceló Viagens) com a abertura da primeira loja de segmento Premium da B the Travel Brand em Portugal, nas Amoreiras, em Abril de 2016, de que é director. A segunda loja Premium da rede abriu em Janeiro de 2017 no Porto.

Além das lojas de segmento Premium, a B the Travel Brand tem agências de viagens que Hugo Oliveira apresenta como Standard, que se implementaram em Portugal com a compra da rede da Halcon.

Já a loja inaugurada ontem na Avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, "tem um conceito um bocadinho diferente", é uma loja Flagship, um segmento de que a empresa tem apenas outras três presenças, designadamente em Madrid, Barcelona e Palma de Maiorca.

“A loja Premium preconiza um modelo de atenção ao cliente 360 graus, num modelo que se inicia quando o cliente entra na agência para procurar uma viagem e que faz todo o percurso dentro da escolha do destino, do produto, da venda, da viagem em si, durante a viagem, o nosso acompanhamento é permanente", frisou Hugo Oliveira.

A loja Flagship, por sua vez, “tem um modelo adicional, que é a combinação com a parte dos eventos”, salientou o director.

A agência tem duas pessoas na área inicial, “uma equipa de Welcome, que tenta perceber o tipo de produto que o cliente procura, se é uma passagem aérea ou um alojamento simples, se é uma viagem mais combinada, uma grande viagem, um tailor-made, um cruzeiro”.

A partir daí, “o cliente é direccionado para um dos nossos assessores. Temos quatro, dois mais direccionados para venda de passagens ou alojamento e outros dois para pacotes de viagem mais elaborados com serviços opcionais”.

No piso superior, por fim, estão "só assessores séniores" divididos em duas áreas. Numa zona estão "três assessores completamente especializados no tailor-made, na viagem de luxo, na grande viagem" e noutro espaço está "uma zona exclusiva para cruzeiros".

São 13 pessoas no novo espaço da B the Travel Brand, uma agência que além de vender viagens terá “uma componente de eventos”, como já acontece nas lojas Flagship de Madrid e Barcelona e que “resulta muito bem”.

Os eventos serão exposições de "fotografia, pintura, apresentações de showcooking, mostras de cocktails da República Dominicana, um cubano a enrolar manualmente os Habanos, sempre eventos relacionados com um destino”, explica o director da loja.

“Faremos ciclos de mês a mês e meio em que teremos eventos relacionados com um destino. Passado esse ciclo, muda o destino, sendo obviamente flexível”, frisou.

Além de convidar os seus clientes, a empresa vai publicar uma agenda trimestral dos eventos, que serão “completamente gratuitos”. O objectivo é “trazer o cliente ao nosso espaço”.

“Queremos que o cliente se sinta bem no nosso espaço e, é preciso deixar bem claro, em nenhum evento vão encontrar ninguém a querer vender o que quer que seja de viagens. Um evento é um momento de lazer. E nós queremos que os nossos clientes e potenciais clientes venham ao nosso espaço para momentos de lazer. Eventualmente quando quiserem comprar uma viagem, vão-se lembrar de nós”, frisou o executivo.

O investimento no novo espaço “não está finalizado ainda, mas é um investimento alto, fora do normal para uma agência de viagens”, salientou Hugo Oliveira, acrescentando que a agência também é vista como um investimento na marca, que terá efeito não só na própria loja “mas também nas outras Premium e nas Standard”.

A nova loja foi inaugurada ontem com casa cheia, num evento realizado com apoio da TAP e da Royal Caribbean, com música ao vivo, dança, cocktails e muita animação.

 

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: B the Travel Brand

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Thomas Cook precisa de mais 200 milhões para evitar colapso

20-09-2019 (16h52)

O grupo Thomas Cook, considerado o segundo maior da Europa na operação turística e agências de viagens, confirmou que precisa de mais 200 milhões de libras (226 milhões de euros) para evitar o colapso.

Magnet junta companhias aéreas e agentes de viagens em Lisboa, Porto e Coimbra

19-09-2019 (16h53)

A Magnet vai organizar em Outubro, em Lisboa, Porto e Coimbra, um evento para juntar agentes de viagens e as principais companhias de aviação que operam em Portugal.

Solférias leva agentes de viagens portugueses à Tailândia

18-09-2019 (18h16)

O operador turístico Solférias levou um grupo de agentes de viagens portugueses a conhecer a Tailândia, um dos novos destinos da sua programação, proporcionando-lhes um circuito que incluiu praias, cidade e natureza.

Gigante europeu da operação turística recorre à protecção de credores nos tribunais dos EUA

17-09-2019 (16h21)

O grupo Thomas Cook, tradicionalmente considerado o segundo maior da Europa na operação turística e agência de viagens, solicitou ontem a protecção de credores, o chamado Chapter 15, num tribunal de Nova Iorque, que o protege de tentativas de cobranças por parte de credores dos Estados Unidos.

OTA de hotéis Amoma cessa e culpa “comparadores de preços”

16-09-2019 (11h08)

A agência de reservas hoteleiras Amoma, em www.amoma.com, que no ano passado teve vendas superiores a 500 milhões de euros, anunciou que cessa actividade e não terá como assegurar o respeito pelas responsabilidades contraídas para com os clientes.

Noticias mais lidas