Mercado de cruzeiros português ultrapassa este ano os 60 mil passageiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h01)

O mercado português de cruzeiros, que depois de chegar aos 50 mil passageiros em 2010 caiu para a ordem dos 30 mil, irá este ano ultrapassar, e "bem" os 60 mil, avançou ontem Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

"Até 2010/2011 o mercado português tinha atingido qualquer coisa à volta de 50 mil passageiros. A Pullmantur, em 2010, fez uma temporada de Abril a Outubro com cruzeiros Lisboa-Lisboa que contribuiu fortemente. Nessa altura havia outro tipo de oferta, mas o mercado já tinha uma dimensão de 50 mil passageiros", começou por dizer o executivo da Melair em conversa com os jornalistas após uma apresentação ontem em Lisboa, a bordo do Independence of the Seas.

O mercado caiu "até aos 30 e pouco mil passageiros, mas tem vindo a recuperar e este ano passa bem os 60 mil passageiros", prevê Francisco Teixeira.

A sua visão é de que "a oferta é completamente distinta [face a 2010/2011]. Hoje temos um bom número de potenciais interessados em fazer um cruzeiro que nunca fizeram, nem sabem que vão fazer. Não sabem porque não existe o estímulo. E isto não é apontar o dedo a ninguém".

Francisco Teixeira defende que é necessário as companhias de cruzeiros "apostarem muito na formação" e "esperar que o agente de viagens tenha a possibilidade - porque muitas das vezes não está na mão dele - de crescer em termos de conhecimento do produto".

"Estamos do lado positivo do negócio. Temos potenciais, temos produto, falta-nos só fazer a ligação ao conhecimento de quem vende e propor", concluiu.

Ver também:



 

Clique para ver mais: Cruzeiros

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: Portugal

Clique para ver mais: Melair

Clique para ver mais: Royal Caribbean

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Thomas Cook precisa de mais 200 milhões para evitar colapso

20-09-2019 (16h52)

O grupo Thomas Cook, considerado o segundo maior da Europa na operação turística e agências de viagens, confirmou que precisa de mais 200 milhões de libras (226 milhões de euros) para evitar o colapso.

Magnet junta companhias aéreas e agentes de viagens em Lisboa, Porto e Coimbra

19-09-2019 (16h53)

A Magnet vai organizar em Outubro, em Lisboa, Porto e Coimbra, um evento para juntar agentes de viagens e as principais companhias de aviação que operam em Portugal.

Solférias leva agentes de viagens portugueses à Tailândia

18-09-2019 (18h16)

O operador turístico Solférias levou um grupo de agentes de viagens portugueses a conhecer a Tailândia, um dos novos destinos da sua programação, proporcionando-lhes um circuito que incluiu praias, cidade e natureza.

Gigante europeu da operação turística recorre à protecção de credores nos tribunais dos EUA

17-09-2019 (16h21)

O grupo Thomas Cook, tradicionalmente considerado o segundo maior da Europa na operação turística e agência de viagens, solicitou ontem a protecção de credores, o chamado Chapter 15, num tribunal de Nova Iorque, que o protege de tentativas de cobranças por parte de credores dos Estados Unidos.

OTA de hotéis Amoma cessa e culpa “comparadores de preços”

16-09-2019 (11h08)

A agência de reservas hoteleiras Amoma, em www.amoma.com, que no ano passado teve vendas superiores a 500 milhões de euros, anunciou que cessa actividade e não terá como assegurar o respeito pelas responsabilidades contraídas para com os clientes.

Noticias mais lidas