Maior OTA chinesa Ctrip compra Skyscanner por 1,63 mil milhões de euros

24-11-2016 (15h56)

A Ctrip, maior agência de viagens online (OTA) chinesa, firmou um acordo definitivo de compra do site de busca de viagens Skyscanner, com sede em Edimburgo, por 1,4 mil milhões de libras, cerca de 1,63 mil milhões de euros.

O negócio deverá ser concluído até ao final do ano, sendo o montante de 1,63 mil milhões de euros maioritariamente em dinheiro e uma parte em transferência de acções da Ctrip para accionistas da Skyscanner.

A actual equipa de gestão do Skyscanner continuará a gerir as operações da empresa de forma independente como parte do grupo Ctrip.

Com esta aquisição, a Ctrip pretende complementar a sua estratégia de posicionamento à escala global, salienta James Jianzhang Liang, co-fundador e chairman executivo da OTA, citado em comunicado.

A Skyscanner é uma empresa líder em metasearch de viagens que permite aos utilizadores comparar preços de centenas de sites de viagens ao procurar voos, hotéis e automóveis de aluguer, classificando-se como uma das principais marcas de viagens online com base em interesses de pesquisa, atendendo 60 milhões de usuários activos mensais e disponível em mais de 30 idiomas.

Gareth Williams, co-fundador e CEO da Skyscanner, sublinha que o negócio leva a empresa “um passo mais perto do nosso objectivo de tornar a pesquisa de viagens o mais simples possível para os viajantes em todo o mundo”.

 

Clique para mais notícias: Ctrip / Skyscanner

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias leva às Maldivas agentes de viagens que mais venderem o destino

20-02-2019 (14h02)

O operador turístico Solférias anunciou que vai oferecer oito lugares numa viagem de familiarização (fam trip) às Maldivas às oito agências de viagens que mais venderem os seus programas para este destino.

Potenciais compradores da Travelport perspectivam crescimento mais agressivo

19-02-2019 (17h21)

Impulsionar a indústria da distribuição de viagens para uma espécie de “versão 2.0”, significando ter um crescimento mais agressivo, é a perspectiva apontada por Frank Baker, co-fundador do Siris Capital Group, uma das sociedades de investimento que tem em curso uma proposta de aquisição da Travelport apoiada pela administração da companhia.

Sem charters semanais para Punta Cana, turismo português para a Dominicana cai 55%

19-02-2019 (16h29)

Portugal foi o quarto país europeu com a maior quebra de turistas na Dominicana este Janeiro, reflectindo a inexistência de voos semanais para Punta Cana, ao contrário do ano passado, que foi o primeiro desde 2011 em que os operadores turísticos tiveram voos mesmo em época baixa.

Carlson Wagonlit Travel passa a ser só CWT

19-02-2019 (16h16)

A Carlson Wagonlit Travel, uma das maiores agências de viagens corporate do mundo, presente em Portugal associada à Springwater Turismo, anunciou uma mudança de designação oficial para CWT, que era já a sigla mais utilizada para a designar, embora não assumida oficialmente.

Springwater vai finalmente apostar na “aproximação/integração” Geostar - Top Atlântico

15-02-2019 (16h35)

O grupo espanhol Wamos, do fundo suíço Springwater, vai avançar finalmente para a “aproximação/integração” das suas redes em Portugal, a Top Atlântico comprada ao antigo GES e a Geostar comprada ao grupo Sonae em 2015.