Hotéis e cruzeiros foram motores da recuperação do grupo TUI na época baixa

11-05-2016 (15h47)

Hotéis RIU melhoraram ocupação em 3,8 pontos e facturaram +8% por cama ocupada

Os hotéis com um aumento do EBITA em 273,4%, para 82,9 milhões de euros, e os cruzeiros, com uma subida de 119,1%, para 40,1 milhões, foram as áreas de negócio que suportaram a redução da perda do grupo TUI na época baixa 2015/2016.

A informação divulgada hoje pelo maior grupo turístico europeu evidencia que nos hotéis o desempenho foi marcado pela forma como a rede RIU, que detém em partes iguais com a família espanhola Riu, beneficiou do desvio de fluxos turísticos para Espanha, e em especial para as Canárias.

Com 8,37 milhões de camas disponíveis nos seis meses de 1 de Outubro de 2015 a 31 de Março deste ano, +1,8% ou mais 145 mil que há um ano, a rede RIU ainda assim teve uma subida da taxa de ocupação em 3,8 pontos (+4,5%), para 87,7%, e subiu a receita média por cama ocupada em 8%, para 64,7 euros.

Este desempenho, segundo o grupo TUI, deveu-se designadamente à evolução nas Canárias , onde teve uma subida da taxa de ocupação em três pontos, atingindo 93,8%, e, simultaneamente, um aumento da receita média por cama ocupada.

Idênticas tendências verificaram-se nas Baleares (ocupação subiu 3,3 pontos, para 70,9%) e na Espanha Continental (ocupação subiu 5,2 pontos, para 78%), bem como em destinos fora da Europa, entre os quais o TUI destaca Cabo Verde e a República Dominicana, com subida da taxa de ocupação em 3,1 pontos, para 86,6%, e um aumento da receita média por cama ocupada em 8,1%.

Relativamente aos cruzeiros, o TUI diz que o desempenho em resultados foi igualmente em alta na Hapag-Lloyd Cruises, que beneficiou de “um forte aumento da tarifa média” além de uma redução de custos de financiamento da aquisição do navio Europa 2, e na TUI Cruises.

 

Para ler mais clique sobre o balanço do Grupo TUI clique:

Grupo TUI põe à venda Specialist Group e avança para compra das Transat França e Grécia

 

Clique para mais notícias: TUI

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Springwater vai finalmente apostar na “aproximação/integração” Geostar - Top Atlântico

15-02-2019 (16h35)

O grupo espanhol Wamos, do fundo suíço Springwater, vai avançar finalmente para a “aproximação/integração” das suas redes em Portugal, a Top Atlântico comprada ao antigo GES e a Geostar comprada ao grupo Sonae em 2015.

Roadshow “Os Especialistas” começa segunda-feira no Algarve

15-02-2019 (11h02)

O roadshow “Os Especialistas”, que junta fornecedores de produtos e serviços para agências de viagens, vai começar na próxima segunda-feira, dia 18, em Vilamoura, e vai percorrer mais cinco cidades portuguesas até ao fim do mês.

Solférias espera continuar a crescer em vendas para a Disneyland Paris, Cláudia Caratão

13-02-2019 (22h34)

A Solférias começou o ano com um volume de vendas para a Disneyland Paris “bastante superior” ao registado no período homólogo do ano passado e prevê fechar o ano com crescimento face a 2018, apesar da entrada ‘em jogo’ de um novo concorrente, disse ao PressTUR a directora de produto e contratação do operador turístico, Cláudia Caratão.

“Excesso de oferta” para Caraíbas e Cabo Verde poderá prejudicar outros destinos, Nuno Anjos (Viajar Tours)

13-02-2019 (17h30)

O "excesso de oferta" para as Caraíbas e para Cabo Verde poderá significar uma descida de preços para esses destinos e, consequentemente, poderá afectar a procura por outros, alertou Nuno Anjos, Sales & Marketing manager do Viajar Tours, em conversa com o PressTUR.

Bestravel tem nova agência de viagens em Évora

13-02-2019 (11h15)

O grupo de agências de viagens Bestravel, que se apresenta como a maior rede de agências em franchising, anunciou a abertura de uma nova agência em Évora, elevando assim a sua rede para um total de 54 lojas.