Grupo CVC alcança 2,6 milhões de passageiros no primeiro trimestre

11-05-2018 (17h08)

O grupo brasileiro CVC, que além do maior operador turístico da América Latina passou a integrar também a RexturAdvance, a Submarino Viagens e a Trend, somou 2,6 milhões de passageiros no primeiro trimestre, com um aumento em 9% descontando o impacto da ampliação do perímetro de consolidação.

A informação do grupo fundado por Guilherme Paulus, que entretanto se afastou da presidência da Administração, indica que em viagens de lazer foram 1,2 milhões, com um aumento ‘pro forma’ (descontando o efeito ampliação o grupo) em 5,5%, em viagens profissionais e de negócios foram 1,27 milhões, com um aumento em 10,9%, e em ‘outros’ foram 130,8 mil, +25,5% que há um ano.

O balanço enfatiza que o grupo terminou o primeiro trimestre com um aumento pro forma das reservas confirmadas em 12,7% para 3.146 milhões de reais e uma receita líquida de 385 milhões, a subir 8,9%.

Em relação à progressão das reservas confirmadas o grupo enfatiza o crescimento do segmento internacional, com realce para os circuitos europeus, o qual teve como reverso uma redução da margem líquida em 0,3 pontos, para 12%.

“O percentual da receita líquida sobre as reservas totais da CVC Corp foi de 12,0% no 1T18, menor que o ano anterior em 0,3 p.p., em função, basicamente, do maior mix do segmento internacional, que apresentou forte crescimento no 1T18 e que apresenta margem percentual menor que o segmento doméstico”, explicita o documento, que refere idêntica tendência no que designa como “unidades de negócio com base em embarque (CVC, Experimento, Trend e Visual)”, nas quais “o percentual da receita líquida sobre as reservas embarcadas foi de 14,4% no 1T18, queda de 0,2 p.p. no período, devido ao maior mix do segmento internacional”.

E também nas unidades de negócio “com base em reservas confirmadas”, que são a RexturAdvance e a Submarino Viagens, o grupo indica que “o percentual da receita líquida sobre as reservas confirmadas foi de 6,5% no 1T18, 0,2 p.p. menor que o mesmo trimestre do ano anterior” por que “embora tenha ocorrido uma redução de margem na RexturAdvance devido ao crescimento do mix internacional e também por menores incentivos pagos pelas companhias aéreas no segmento corporativo, em função da recuperação do mercado, esse número foi parcialmente compensado pelo aumento nas vendas de pacotes e hotéis na Submarino Viagens, que possuem margem percentual maior”.

Em relação ao segmento das viagens de lazer, o balanço da CVC Corp realça que o desempenho no primeiro trimestre “foi ocasionado principalmente pelo forte crescimento dos segmentos marítimo (+40%) e internacional (+25%), com destaque para a venda dos Circuitos Europeus” e que “É importante destacar que este crescimento se deu sobre uma base robusta já apresentada no 1T17”.

Por canais de venda, acrescenta o documento, verifica-se “crescimento de duplo digito tanto em lojas exclusivas como no canal agentes independentes, 14,2% e 10,2%, respectivamente” e assinala que a venda nas lojas que já operavam no 1º trimestre de 2017 verifica-se um aumento em 11,4% “em cima de uma base já robusta apresentada no 1T17 de 13,3%”.

 

Clique para mais notícias: CVC

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CVC ultrapassou os cinco milhões de passageiros embarcados no primeiro semestre

14-08-2018 (17h56)

O grupo brasileiro CVC Corp, que engloba agências de viagens e operadores turísticos e vende viagens de lazer e corporativas, superou no primeiro semestre os cinco milhões de passageiros embarcados, com um aumento em 30,8% em relação ao período homólogo de 2017.

CVC agrega mais uma participada b2b com a compra do consolidador Esferatur

14-08-2018 (16h26)

A brasileira CVC, maior grupo latino americano de organização e comercialização de viagens, anunciou hoje um reforço do seu portefólio de produtos e serviços para o mercado profissional através da aquisição da Esferatur, classificada como um dos maiores consolidadores do mercado brasileiro, com vendas de bilhetes de avião na ordem de 1,8 mil milhões de reais (cerca de 407 milhões de euros).

Lusanova Cruzeiros já vende cruzeiros Star Clippers

08-08-2018 (17h20)

A Lusanova Cruzeiros, que em finais de Julho começou a vender cruzeiros da Carnival Cruise Line, anunciou hoje que também passou a ser agente de vendas da Star Clippers.

Soltrópico lança campanha para férias em Setembro em Cabo Verde, Tunísia e Porto Santo

08-08-2018 (12h58)

A Soltrópico lançou uma campanha de vendas para férias em Setembro em alguns dos seus destinos programados com voos charter, designadamente as ilhas cabo-verdianas do Sal e da Boavista, Monastir, na Tunísia, e Porto Santo.

Operadores marítimo-turísticos dos Açores queixam-se de falta de capacidade na SATA

07-08-2018 (15h08)

A SATA “está a penalizar” a actividade dos operadores marítimo-turísticos, por falta de capacidade para a procura que há nomeadamente para mergulho com jamantas ao largo da ilha de Salta Maria, que empresários locais garantem estar a afirmar-se como alternativa às Maldivas.