Grupo CVC alcança 2,6 milhões de passageiros no primeiro trimestre

11-05-2018 (17h08)

O grupo brasileiro CVC, que além do maior operador turístico da América Latina passou a integrar também a RexturAdvance, a Submarino Viagens e a Trend, somou 2,6 milhões de passageiros no primeiro trimestre, com um aumento em 9% descontando o impacto da ampliação do perímetro de consolidação.

A informação do grupo fundado por Guilherme Paulus, que entretanto se afastou da presidência da Administração, indica que em viagens de lazer foram 1,2 milhões, com um aumento ‘pro forma’ (descontando o efeito ampliação o grupo) em 5,5%, em viagens profissionais e de negócios foram 1,27 milhões, com um aumento em 10,9%, e em ‘outros’ foram 130,8 mil, +25,5% que há um ano.

O balanço enfatiza que o grupo terminou o primeiro trimestre com um aumento pro forma das reservas confirmadas em 12,7% para 3.146 milhões de reais e uma receita líquida de 385 milhões, a subir 8,9%.

Em relação à progressão das reservas confirmadas o grupo enfatiza o crescimento do segmento internacional, com realce para os circuitos europeus, o qual teve como reverso uma redução da margem líquida em 0,3 pontos, para 12%.

“O percentual da receita líquida sobre as reservas totais da CVC Corp foi de 12,0% no 1T18, menor que o ano anterior em 0,3 p.p., em função, basicamente, do maior mix do segmento internacional, que apresentou forte crescimento no 1T18 e que apresenta margem percentual menor que o segmento doméstico”, explicita o documento, que refere idêntica tendência no que designa como “unidades de negócio com base em embarque (CVC, Experimento, Trend e Visual)”, nas quais “o percentual da receita líquida sobre as reservas embarcadas foi de 14,4% no 1T18, queda de 0,2 p.p. no período, devido ao maior mix do segmento internacional”.

E também nas unidades de negócio “com base em reservas confirmadas”, que são a RexturAdvance e a Submarino Viagens, o grupo indica que “o percentual da receita líquida sobre as reservas confirmadas foi de 6,5% no 1T18, 0,2 p.p. menor que o mesmo trimestre do ano anterior” por que “embora tenha ocorrido uma redução de margem na RexturAdvance devido ao crescimento do mix internacional e também por menores incentivos pagos pelas companhias aéreas no segmento corporativo, em função da recuperação do mercado, esse número foi parcialmente compensado pelo aumento nas vendas de pacotes e hotéis na Submarino Viagens, que possuem margem percentual maior”.

Em relação ao segmento das viagens de lazer, o balanço da CVC Corp realça que o desempenho no primeiro trimestre “foi ocasionado principalmente pelo forte crescimento dos segmentos marítimo (+40%) e internacional (+25%), com destaque para a venda dos Circuitos Europeus” e que “É importante destacar que este crescimento se deu sobre uma base robusta já apresentada no 1T17”.

Por canais de venda, acrescenta o documento, verifica-se “crescimento de duplo digito tanto em lojas exclusivas como no canal agentes independentes, 14,2% e 10,2%, respectivamente” e assinala que a venda nas lojas que já operavam no 1º trimestre de 2017 verifica-se um aumento em 11,4% “em cima de uma base já robusta apresentada no 1T17 de 13,3%”.

 

Clique para mais notícias: CVC

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ricardo Freixinho deixa Soltrópico

18-10-2018 (18h59)

O Grupo Newtour anunciou que Ricardo Freixinho, director de contratação da Soltrópico, vai deixar o operador turístico no final deste mês, alteração integrada "num conjunto de mudanças que estão a ser efectuadas em todo o Grupo Newtour, que continuarão até ao primeiro trimestre de 2019".

Soltrópico apresenta programação de réveillon a 300 agentes de viagens (com fotos)

18-10-2018 (17h16)

O operador turístico Soltrópico juntou cerca de 300 agentes de viagens em Coimbra, Porto e Lisboa para apresentar a sua programação para o Fim de Ano, num workshop que Fernando Bandrés, director operacional, descreveu como uma forma “dinâmica” de divulgar a oferta de 19 fornecedores, entre hotéis, companhias aéreas e destinos.

Papa-Léguas promove conversas sobre viagens de aventura

18-10-2018 (11h00)

A agência de viagens Papa-Léguas está a promover em Lisboa, já a partir de amanhã, dia 19, “conversas descontraídas realizadas por viajantes para inspirar novos viajantes a aventurarem-se por destinos incríveis”.

AHP confirma hotelaria portuguesa mais rentável mesmo com ocupação em queda

17-10-2018 (16h59)

O AHP Tourism Monitor publicado hoje pela AHP, Associação da Hotelaria de Portugal, indica que em Agosto, mês de maior actividade hoteleira em Portugal, apesar de uma queda da ocupação dos quartos em 1,3 pontos, a receita média de quartos por quarto disponível subiu 4%, ‘puxada’ por uma subida do preço médio de quartos em 6%.

Travelport renova acordo de distribuição com a Jet Airways

17-10-2018 (14h17)

A Travelport e a Jet Airways renovaram o seu acordo de distribuição, que permite às agências de viagens conectadas à tecnológica aceder à oferta da companhia de aviação indiana.