Globalia perde director-geral em ‘divórcio amistoso’

30-08-2017 (08h50)

Imagem: Website Globalia
Imagem: Website Globalia

Pedro Serrahima, o executivo levado para a Globalia há cerca de um ano pelo novo CEO, Javier Hidalgo, filho do fundador Juan José Hidalgo, confirmou ontem que deixava o grupo, que em Portugal tem o operador Travelplan e a agência de viagens Halcón, além da companhia aérea Air Europa voar para Lisboa e para o Porto, insistindo tratar-se de uma saída “absolutamente amistosa”.

“Não tem sentido estar a ganhar dinheiro de uma companhia quando se tem uma visão diferente quanto à estratégia e forma de gerir a empresa”, foi a explicação apresentada por Serrahima, segundo a imprensa espanhola.

O executivo fez também questão de sublinhar que a sua saída da Globalia “não afectará” a amizade com Javier Hidalgo, com quem já tinha feito dupla na empresa Pepephone, vendida depois por 158 milhões de euros.

Em declarações ao portal espanhol de notícias de turismo Hosteltur, Serrahima avançou que embora alguns projectos, como por exemplo “a transformação digital” da companhia, tenham avançado, “há outras coisas, referentes ao negócio, que, em minha opinião, deveriam mudar do zero e não insistir em continuar como modelo actual, ainda que esteja a funcionar bem”.

Aliás, o antigo director-geral da Globalia também fez questão de dizer que Javier Hidalgo tem “muito mais experiência” que ele no sector das viagens e, portanto, “dou por boa a sua estratégia”.

Mas também não deixou de ilustrar o seu ponto de vista com o exemplo da Kodak, que “quebrou apesar de estar muito bem gerida”.

“Às vezes há que mudar adiantando-se aos acontecimentos”, acrescentou Serrahima nas declarações ao “Hosteltur”.

As notícias da imprensa espanhola sobre a saída do director-geral da Globalia acrescentam que segundo indicou comunicou essa intenção antes do Verão a Javier Hidalgo que, acrescentam, está actualmente a fazer um périplo pela América Latina.

 

Clique para mais notícias: Globalia

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias leva às Maldivas agentes de viagens que mais venderem o destino

20-02-2019 (14h02)

O operador turístico Solférias anunciou que vai oferecer oito lugares numa viagem de familiarização (fam trip) às Maldivas às oito agências de viagens que mais venderem os seus programas para este destino.

Potenciais compradores da Travelport perspectivam crescimento mais agressivo

19-02-2019 (17h21)

Impulsionar a indústria da distribuição de viagens para uma espécie de “versão 2.0”, significando ter um crescimento mais agressivo, é a perspectiva apontada por Frank Baker, co-fundador do Siris Capital Group, uma das sociedades de investimento que tem em curso uma proposta de aquisição da Travelport apoiada pela administração da companhia.

Sem charters semanais para Punta Cana, turismo português para a Dominicana cai 55%

19-02-2019 (16h29)

Portugal foi o quarto país europeu com a maior quebra de turistas na Dominicana este Janeiro, reflectindo a inexistência de voos semanais para Punta Cana, ao contrário do ano passado, que foi o primeiro desde 2011 em que os operadores turísticos tiveram voos mesmo em época baixa.

Carlson Wagonlit Travel passa a ser só CWT

19-02-2019 (16h16)

A Carlson Wagonlit Travel, uma das maiores agências de viagens corporate do mundo, presente em Portugal associada à Springwater Turismo, anunciou uma mudança de designação oficial para CWT, que era já a sigla mais utilizada para a designar, embora não assumida oficialmente.

Springwater vai finalmente apostar na “aproximação/integração” Geostar - Top Atlântico

15-02-2019 (16h35)

O grupo espanhol Wamos, do fundo suíço Springwater, vai avançar finalmente para a “aproximação/integração” das suas redes em Portugal, a Top Atlântico comprada ao antigo GES e a Geostar comprada ao grupo Sonae em 2015.