Compra da Travelport pelo fundo Siris notificada à Autoridade da Concorrência

17-01-2019 (15h24)

Imagem: Travelport
Imagem: Travelport

O fundo de investimentos Siris Cayman Fund IV notificou a Autoridade da Concorrência (AdC) da sua proposta de compra da plataforma de comércio de viagens Travelport, divulgada em 10 de Dezembro e que tem o apoio unânime da Administração da companhia.

Um aviso publicado na página da Autoridade da Concorrência portuguesa diz que a notificação data de 10 de Janeiro e que “a operação de concentração em causa consiste na aquisição do controlo exclusivo da Travelport Worldwide Limited (Bermuda) pela Siris Partners IV (Cayman) Main, e pela Siris Partners IV (Cayman) Parallel, (em conjunto, a “Siris Cayman Fund IV”), fundos associados à Siris Capital Group”.

A informação acrescenta que a Siris Capital “é uma consultora de investimentos de fundos de investimento privado, incluindo a Siris Cayman Fund IV” e que “investe fundamentalmente, em empresas de tecnologia de média dimensão e pretende investir em empresas que operam nos sectores de dados, tecnologia, serviços empresariais de componente tecnológica e telecomunicações”.

Sobre a Travelport, a informação diz que “explora uma plataforma de comércio de viagens própria business-to-business (B2B), que estabelece a ligação entre fornecedores de viagens, como companhias aéreas, cadeias de hotéis e empresas de aluguer de veículos automóveis, e compradores de viagens on-line e off-line” além de que “fornece actividades de marketing da sua plataforma de comércio de viagens em Portugal”.

A Travelport era originariamente mais conhecida pelo seu principal GDS, o Galileo, líder nas agência de viagens portuguesas, mas que há alguns anos passou a posicionar-se como plataforma de comércio de viagens, com transacções que nos primeiros nove meses de 2018 atingiram 68.919,9 milhões de dólares.

A Administração da Travelport divulgou recentemente uma informação aos accionistas em que recomenda o voto favorável na proposta de compra, realçando que a Siris Capital declarou que a companhia “se encaixa” no seu portefólio de empresas que “providencial soluções críticas” para os seus clientes.

A Siris Capital, acrescenta a mesma informação, também declarou que a Travelport se posiciona numa “indústria atractiva” e com “dinâmica de crescimento”, que tem uma “forte plataforma tecnológica e capacidades de fornecimento de serviços”.

A Siris realçou ainda, diz ainda a informação, que a Travelport tem relações estreitas com uma base de clientes diversificada, uma marca forte e um posicionamento competitivo, apresenta oportunidades de crescimento orgânico e por aquisições e tem equipas de liderança experientes.

A informação atesta ainda que “o board de directores da Travelport aprovou unanimemente o acordo para ser adquirida pela Siris e a Evergreen e recomendou que os accionistas votem a favor da transacção”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Ver também:

Siris e Evergreen Coast assinam acordo para comprar a Travelport

 

Clique para ver mais: Travelport

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Amadeus Selling Platform Connect estará pronta para o NDC “em breve” (com vídeo)

18-04-2019 (12h48)

A multinacional tecnológica para as viagens e turismo anunciou que sua plataforma Selling Platform Connect estará preparada para os novos standards NDC da IATA "em breve".

Viajar Summer Party está marcada para 11 de Maio

17-04-2019 (19h37)

A Viajar Summer Party, encontro anual com agentes de viagens organizado pela Viajar Tours, vai decorrer no dia 11 de Maio em Montemor-o-Velho.

APG inclui Air Panama no seu programa de interline

17-04-2019 (11h44)

A APG Portugal anunciou hoje a inclusão no seu programa de interline da Air Panama, companhia que opera voo domésticos no Panamá e também faz ligações a San José, capital da Costa Rica.

Americanos garantem crescimento do turismo internacional na Dominicana no 1º trimestre

16-04-2019 (14h44)

O crescimento em 12,3% das chegadas dos Estados Unidos, seu primeiro mercado emissor, garantiu à Dominicana um aumento de turistas internacionais no primeiro trimestre, apesar do calendário desfavorável à comparação com 2018.

Turistas portugueses na Dominicana baixam 52% no 1º trimestre

16-04-2019 (14h37)

Sem voos directos para Punta Cana e sem Páscoa no primeiro trimestre, ao contrário do que aconteceu em 2018, o número de turistas portugueses na Dominicana baixou 52% este ano, representando uma queda de 3,1 mil, para 2,9 mil.