Charters de réveillon fazem crescer mercado português nos hotéis Vila Galé no Brasil

10-01-2019 (12h09)

A Vila Galé teve um ano “bastante positivo” no Brasil e com um contributo do mercado português, que cresceu impulsionado pelos voos charter programados pelos operadores turísticos portugueses para o Fim de Ano, segundo o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Dos quatro voos charter de Portugal para o Fim de Ano no Brasil, designadamente um para Natal, dois para Salvador e um para Fortaleza, programados pelos operadores turísticos portugueses Solférias, Exoticoonline, Sonhando e Alto Astral, “a grande fatia dos clientes acabou por ir para os nossos hotéis”, começou por dizer Gonçalo Rebelo de Almeida, num almoço com jornalistas ontem em Paço de Arcos.

“No caso de Natal quase 99% dos clientes que iam no avião foram experimentar o nosso novo hotel em Touros”, frisou o administrador, como já havia avançado o PressTUR no início de Setembro (clique para ler: Operadores portugueses esgotam charter para réveillon no novo Vila Galé Touros).

“Na Bahia cerca de 70% dos clientes [dos charters] acabaram por ir para o [Vila Galé] Marés e para Fortaleza também cerca de 70%/80% acabaram por ir para o Cumbuco e alguns para Fortaleza”, acrescentou Gonçalo Rebelo de Almeida.

O administrador salientou que a parceria com os operadores na realização destes charters “acaba por resultar bem” e que “a presença da marca e a força da marca aqui em Portugal, bem como a qualidade do produto, fez com que grande parte deste movimento resultasse bem”.

Além do impacto nos hotéis no Brasil, “a operação teve também a vantagem de trazer nas pernas vazias dos aviões brasileiros para Portugal, grande parte deles também a ficar alojada nos nossos hotéis”, acrescentou o executivo.

A passagem de ano “tem um impacto na presença dos portugueses no Brasil”, mas Gonçalo Rebelo de Almeida frisou que também “houve um ligeiro aumento ao longo do ano” do número de portugueses nos hotéis Vila Galé no Brasil.

O mercado brasileiro, porém, continua a ser o principal nos hotéis Vila Galé no Brasil, “ainda destacadíssimo com 85% da ocupação”.

Portugal tem “alguma posição de destaque”, a Argentina “abrandou outra outra vez um bocadinho, mas a Argentina é altos e baixos, sobe e desce”, e depois registaram-se “ligeiros crescimentos de países da América do Sul, como Chile, Peru, Uruguai, Colômbia, todos eles com alguns crescimentos para o Brasil, mas com pouca expressão nos números globais”, concluiu Gonçalo Rebelo de Almeida.

 

Continua: 

Receitas da Vila Galé no Brasil subiram 20% em 2018

 

Ver também:

Subida das vendas directas impulsiona aumento do preço médio dos hotéis Vila Galé em Portugal – administrador

Receitas dos hotéis Vila Galé em Portugal sobem 6,2% por aumento do preço médio - administrador

Vila Galé investe 90 milhões em seis novos hotéis em Portugal e no Brasil até 2020

Vila Galé estuda concurso para hotel no CCB e mantém 'olho' no Quartel da Graça

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Vila Galé

Clique para ver mais: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Magda Nassar assume presidência da ABAV nacional

17-06-2019 (11h23)

A ex-presidente da Braztoa Magda Nassar é a nova presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens (ABAV) nacional, em substituição de Geraldo Rocha que decidiu afastar-se do cargo por motivos de saúde.

Royal Caribbean vai crescer na Europa “sustentada na qualidade”, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h09)

A oferta de cruzeiros da Royal Caribbean no Mediterrâneo nos próximos dois a três anos talvez não “cresça muito em quantidade, mas cresce com certeza em qualidade”, avançou Francisco Teixeira, director da Melair, empresa que representa a companhia de cruzeiros em Portugal.

Melair desafia agentes de viagens a propor cruzeiros à saída de Porto Rico

12-06-2019 (13h07)

Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, desafiou ontem os agentes de viagens participantes de uma visita a um navio em Lisboa a proporem aos seus clientes os cruzeiros da Royal Caribbean com embarque e desembarque em San Juan, Porto Rico.

Redes de agências de viagens “estão mais disponíveis” para o produto de cruzeiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h04)

As redes de agências de viagens "estão mais disponíveis" para o produto de cruzeiros, afirmou Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa em Portugal as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

Mercado de cruzeiros português ultrapassa este ano os 60 mil passageiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h01)

O mercado português de cruzeiros, que depois de chegar aos 50 mil passageiros em 2010 caiu para a ordem dos 30 mil, irá este ano ultrapassar, e "bem" os 60 mil, avançou ontem Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

Noticias mais lidas