APAVT já está a “desenvolver capacidades” para as agências se adequarem às novas exigências da protecção de dados — Pedro Costa Ferreira

15-09-2017 (09h39)

Foto: APAVT
Foto: APAVT

Combate à desigualdade fiscal internacional e “turismofobia” nas grandes cidades são também prioridades do candidato à APAVT

“Esperamos poder fazer com que os agentes de viagens cumpram [as novas exigências europeias de protecção de dados] com menores custos”, anunciou ontem o actual presidente da APAVT e candidato a mais uma mandato à frente da Associação, Pedro Costa Ferreira, na apresentação das suas prioridades e lista.

“O domínio da protecção de dados é uma das áreas primordiais e hoje uma das mais urgentes”, começou por dizer Pedro Costa Ferreira, anunciando de seguida que a APAVT já “está a tentar desenvolver capacidades para ajudar as agências de viagens a certificar-se nesta área, a cumprir com os regulamentos e não serem alvo de coimas”.

O candidato tinha alertado anteriormente que em Maio do próximo ano as agências de viagens terão “que cumprir com regulação europeia [em matéria de protecção de dados]”, a qual, disse: “vai elevar os custos, perturbar a organização das empresas e tornar ainda mais dura a vida das agências de viagens”.

E rematou: “Esperamos poder fazer com que os agentes de viagens cumpram com menores custos, é esse o objectivo desta direcção”.

Candidato a manter-se na liderança da Associação das agências de viagens no triénio 2018-2020, Pedro Costa Ferreira, ontem, na apresentação da sua lista e programa no Hotel Dom Pedro Lisboa (para ler mais clique: Tiago Raiano e Rui Pinto Lopes ‘personificam’ renovação da lista de Pedro Costa Ferreira à APAVT / “Valorizar ainda mais os agentes de viagens” é o mote da candidatura de Pedro Costa Ferreira à APAVT), destacou ainda a desigualdade fiscal internacional e a “turismofobia” nas grandes cidades como principais áreas de intervenção da Associação no próximo mandato.

A transposição da nova Directiva Europeia das Viagens Organizadas para a legislação portuguesa foi outros dos temas destacados por Pedro Costa Ferreira, que salientou que a APAVT nunca quis que “Portugal fosse um bom aluno de Bruxelas”, tendo entregue “uma proposta conjunta com a DECO”, associação com qual considera ter interesses comuns, uma vez que esta última “defende os interesses dos consumidores e a centralidade da gestão das agências de viagens é o consumidor”.

O objectivo da APAVT é “tentar uma transposição que afaste o mais possível as viagens profissionais do âmbito da Directiva e que mantenha sem qualquer dúvida o Fundo de Garantia como mecanismo técnico de defesa do consumidor”.

 

Continua em:

Desigualdade fiscal internacional “é um processo de toda a comunidade turística e do país” - Pedro Costa Ferreira

Pedro Costa Ferreira defende acesso das pequenas agências de viagens a fornecedoras do Estado


Clique para mais notícias: APAVT

Clique para mais notícias: Agências e Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CVC ultrapassou os cinco milhões de passageiros embarcados no primeiro semestre

14-08-2018 (17h56)

O grupo brasileiro CVC Corp, que engloba agências de viagens e operadores turísticos e vende viagens de lazer e corporativas, superou no primeiro semestre os cinco milhões de passageiros embarcados, com um aumento em 30,8% em relação ao período homólogo de 2017.

CVC agrega mais uma participada b2b com a compra do consolidador Esferatur

14-08-2018 (16h26)

A brasileira CVC, maior grupo latino americano de organização e comercialização de viagens, anunciou hoje um reforço do seu portefólio de produtos e serviços para o mercado profissional através da aquisição da Esferatur, classificada como um dos maiores consolidadores do mercado brasileiro, com vendas de bilhetes de avião na ordem de 1,8 mil milhões de reais (cerca de 407 milhões de euros).

Lusanova Cruzeiros já vende cruzeiros Star Clippers

08-08-2018 (17h20)

A Lusanova Cruzeiros, que em finais de Julho começou a vender cruzeiros da Carnival Cruise Line, anunciou hoje que também passou a ser agente de vendas da Star Clippers.

Soltrópico lança campanha para férias em Setembro em Cabo Verde, Tunísia e Porto Santo

08-08-2018 (12h58)

A Soltrópico lançou uma campanha de vendas para férias em Setembro em alguns dos seus destinos programados com voos charter, designadamente as ilhas cabo-verdianas do Sal e da Boavista, Monastir, na Tunísia, e Porto Santo.

Operadores marítimo-turísticos dos Açores queixam-se de falta de capacidade na SATA

07-08-2018 (15h08)

A SATA “está a penalizar” a actividade dos operadores marítimo-turísticos, por falta de capacidade para a procura que há nomeadamente para mergulho com jamantas ao largo da ilha de Salta Maria, que empresários locais garantem estar a afirmar-se como alternativa às Maldivas.