APAVT “aplaude” declaração de serviços mínimos na greve dos motoristas de matérias perigosas

09-08-2019 (12h29)

Foto: ANA/Vinci
Foto: ANA/Vinci

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo declarou hoje que “não só aplaude a decisão do Governo relativa à definição dos serviços mínimos, como manifesta a esperança de que esta constitua um padrão de resposta para futuras greves que afectem os Portugueses e, sobretudo, a principal actividade económica do País – o Turismo”.

Em comunicado a Associação explicou que o faz “sobretudo pelo facto de, finalmente e ao contrário de anteriores momentos, se sublinhar a importância do turismo, se defender os direitos — que devem ser protegidos — dos portugueses que marcaram e pagaram férias, e, finalmente que se decide que o aeroporto é uma infra-estrutura cuja actividade não pode ser afectada em nenhuma medida”.

O comunicado acrescenta que a Associação tem “ainda a esperança, e mais do que isso, a convicção, de que um padrão de resposta terá sido desenhado para o futuro, certos de que, concretamente, a necessidade de defender o integral  funcionamento do aeroporto, não depende de quem marca a greve, antes decorre, entre outros aspectos, da necessidade de proteger convenientemente os interesses dos portugueses que viajam, em férias ou em trabalho”.

 

Clique para mais notícias: APAVT

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo Wamos compra activos da Neckermann na Bélgica

11-10-2019 (16h51)

O Grupo Wamos, que está presente em Portugal desde a compra da ES Viagens e da Geostar pelo fundo de investimento Springwater, anunciou a compra de 100% dos activos da agência de viagens Neckermann na Bélgica, uma marca do falido grupo Thomas Cook com cerca de 150 milhões de euros por ano de facturação.

Falência da Thomas Cook “é um reordenamento do sector”, OMT

10-10-2019 (00h10)

O director executivo da Organização Mundial do Turismo (OMT), Manuel Butler, afirmou que a falência da Thomas Cook “é um reordenamento do sector” no contexto da “transformação brutal” que está a viver o turismo a nível mundial.

Hays Travel compra 555 agências da Thomas Cook no Reino Unido

10-10-2019 (00h04)

A Hays Travel, que tem 190 agências de viagens no Reino Unido, anunciou esta quarta-feira que vai comprar as 555 agências da Thomas Cook no país, empresa britânica que declarou falência em Setembro.

Filial alemã da Thomas Cook cancela viagens até ao final do ano

09-10-2019 (23h56)

A filial alemã da empresa de viagens britânica Thomas Cook, que também faliu em Setembro, cancelou todas as suas viagens até ao final do ano, ainda que estejam pagas parcial ou totalmente.

Bestravel anuncia “Quinzena dos Cruzeiros” com descontos até 30%

08-10-2019 (15h24)

A rede de agências de viagens Bestravel lançou para o mercado uma campanha de promoções para cruzeiros com descontos até 30%, válida até 22 de Outubro.

Noticias mais lidas