Antiga Espírito Santo Viagens agora é Wamos Portugal

12-04-2019 (16h00)

A antiga holding do Grupo Espírito Santo para as actividades de agências de viagens e operador turístico, a Espírito Santo Viagens, adquirida pelo fundo suíço Springwater Capital na sequência do colapso do GES, passando a designar-se Springwater Tourism, agora passou a ser Wamos Portugal.

 

Actualização no dia 16 de Abril: A empresa confirmou entretanto a alteração de designação, mas negou ter Tiago Marques Luís em director-geral e Margarida Blattmann em directora comercial, bem como confirmou ter como accionistas a Nautalia Viajes, SL e a Wamos SARL, mas com percentagens diferentes (para ver mais clique: “Springwater Portugal passa a designar-se Wamos Portugal”, oficial).

 

A mudança foi formalizada na passada quarta-feira, dia 10, através de uma alteração do artigo 1º do contrato de sociedade da Springwater Tourism, com a qual passou a designar-se Wamos Portugal, SA, ou seja, tendo a mesma ‘raiz’ que o Springwater Capital adoptou para os seus investimentos em Espanha na área da organização e comercialização de viagens.

Anteriormente, a 15 de Junho do ano passado, a empresa formalizara a constituição do seu Conselho de Administração, integrado por Martin Wolfgang Gruschka, líder do Springwater Capital, Manuel Torres Valencia e Ignacio Casanova Sanchez de Ocana.

A informação consultada pelo PressTUR indica que actualmente a Wamos Portugal, com o Capital Social de 32,5 milhões de euros, é detida por duas sociedades espanholas, a Nautalia Viajes, com 55,9%, e a Wamos SARL, com 44,1%.

A empresa, que tem como director geral Tiago Marques Luís e directora comercial Margarida Blattmann, por sua vez tem 100% do capital de várias sociedades, entre as quais as Top Atlântico, Top Partner, Raso (Geostar), ATR, Magne e Tagus.

O seu balanço de 2017 indica que teve vendas e prestação de serviços no montante de 5,6 milhões e euros e realizou um lucro líquido de 2,6 milhões.

O balanço a 20 Outubro de 2017, a propósito da incorporação da Springwater - Consultoria e Serviços na Springwater Tourism Group, da qual resultou a Springwater Tourism, SA, indicava que esta, a 31 de Agosto desse ano, tinha 38,8 milhões de Capital Próprio, com 3,13 milhões de resultados transitados e dois milhões de resultado líquido do exercício.

O Passivo, por sua vez, ascendia a 45,98 milhões, incluindo, nomeadamente, 28,46 milhões de empréstimos.

 

Clique para mais notícias: Wamos

Clique para mais notícias: Springwater

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Magda Nassar assume presidência da ABAV nacional

17-06-2019 (11h23)

A ex-presidente da Braztoa Magda Nassar é a nova presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens (ABAV) nacional, em substituição de Geraldo Rocha que decidiu afastar-se do cargo por motivos de saúde.

Royal Caribbean vai crescer na Europa “sustentada na qualidade”, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h09)

A oferta de cruzeiros da Royal Caribbean no Mediterrâneo nos próximos dois a três anos talvez não “cresça muito em quantidade, mas cresce com certeza em qualidade”, avançou Francisco Teixeira, director da Melair, empresa que representa a companhia de cruzeiros em Portugal.

Melair desafia agentes de viagens a propor cruzeiros à saída de Porto Rico

12-06-2019 (13h07)

Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, desafiou ontem os agentes de viagens participantes de uma visita a um navio em Lisboa a proporem aos seus clientes os cruzeiros da Royal Caribbean com embarque e desembarque em San Juan, Porto Rico.

Redes de agências de viagens “estão mais disponíveis” para o produto de cruzeiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h04)

As redes de agências de viagens "estão mais disponíveis" para o produto de cruzeiros, afirmou Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa em Portugal as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

Mercado de cruzeiros português ultrapassa este ano os 60 mil passageiros, Francisco Teixeira

12-06-2019 (13h01)

O mercado português de cruzeiros, que depois de chegar aos 50 mil passageiros em 2010 caiu para a ordem dos 30 mil, irá este ano ultrapassar, e "bem" os 60 mil, avançou ontem Francisco Teixeira, director da Melair Cruzeiros, que representa as companhias Royal Caribbean, Celebrity, Azamara e Pullmantur.

Noticias mais lidas