Amadeus reclama subida da quota mundial de reservas aéreas de agências de viagens para 43,9%

08-05-2019 (14h22)

Foto: Amadeus
Foto: Amadeus

A tecnológica Amadeus IT Group, sediada em Espanha, reclamou hoje ter aumentado em 0,4 pontos percentuais a sua quota mundial de processamento de reservas aéreas de agências de viagens, para 43,9%, com um aumento em 1,6% enquanto o mercado mundial estagnou.

A informação do Amadeus é que apesar de o mercado das viagens atravessar o que o seu CEO, Luis Maroto, descreve como um período “complexo”, a empresa manteve “bom” desempenho, “com níveis saudáveis de crescimento” nas suas duas actividades principais, de GDS e de fornecedor de soluções tecnológicas, principalmente para aviação e aeroportos.

Os seus dados mostram, porém, que foi nesta área, que designa por IT Solutions, e onde inclui o Altea, solução de gestão de passageiros para companhias aéreas, uma das quais a TAP, que alcançou 75,3% do aumento de proveitos declarados no trimestre, com uma subida em 31,2%, para 570 milhões de euros.

A sua maior aérea de negócios manteve-se, no entanto, o processamento de reservas de agências de viagens, nomeadamente de reservas aéreas, que foram 162,6 milhões no trimestre num total de 179,8 milhões no trimestre, com 839,9 milhões de euros de receitas, o que significa 59,6% do total do período.

Porém, com um aumento de ‘apenas’ 5,6% (face ao aumento em 31,2% da área IT), o qual, no entanto, supera o aumento em número de reservas, que foi de 1,6%, o que o Amadeus atribui a “expansão agressiva” do preço médio, alteração do mix de reservas, por uma maior ‘fatia’ de reservas globais, e renegociações com clientes.

O Amadeus declarou, assim, uma receita total no primeiro trimestre de 1.409,9 milhões de euros, em alta de 14,6% em relação ao período homólogo de 2018.

Essa subida permitiu-lhe ‘acomodar’ aumentos a dois dígitos dos encargos operacionais, designadamente dos chamados “custos das receitas”, que subiram 18,1%, para 358,2 milhões de euros, e ainda assim apresentar um lucro operacional em alta de 7,1%, para 426,6 milhões de euros, e um lucro líquido declarado a subir 8,2%, para 311,2 milhões.

 

Para ler mais clique:

Reservas aéreas das agências de viagens pelos GDS estagnaram no 1º trimestre

 

Clique para mais notícias: Amadeus

Clique para mais notícias: Agências de viagens

Clique para mais notícias: GDS

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Chegadas de turistas portugueses à Dominicana ainda têm queda 29,7% no fim de Abril

24-05-2019 (15h40)

O recomeço dos voos directos de Lisboa para Punta Cana proporcionou em Abril o primeiro aumento homólogo mensal este ano das chegadas de turistas residentes em Portugal à Dominicana, mas ainda insuficiente para colmatar a quebra no primeiro trimestre, penalizado em relação a 2018 pela ‘falta da Páscoa’.

Turitravel lança novo website para agentes de viagens

23-05-2019 (15h37)

A Turitravel, do Grupo Portimar, lançou um novo website para agentes de viagens, "com um design mais atractivo, melhor usabilidade, novas funcionalidades e já adaptado para dispositivos móveis".

Sonhando já vende Cruzeiros Fluviais com a Panavisión. Reno é só o “primeiro passo”, José Manuel Antunes

23-05-2019 (07h35)

A programação de Cruzeiros no Reno que a Sonhando lançou esta quarta-feira para o mercado é apenas o "primeiro passo" de uma parceria com o operador espanhol Panavisión, que tem margem para crescer, disse ao PressTUR o director do operador português, realçando a qualidade dos programas.

Amadeus junta-se à Booking para aumentar oferta de alojamento na sua plataforma

22-05-2019 (13h32)

O Amadeus assinou um acordo de distribuição com a Booking.com para aumentar e diversificar a oferta de alojamento disponível para reservas na sua plataforma.

Viajar Tours dá formação online sobre o destino Antalya

21-05-2019 (13h02)

A Viajar Tours vai organizar, amanhã dia 22 de Maio, três sessões de formação certificada online sobre o destino Antalya, na Turquia.

Noticias mais lidas