Alemanha já tem nova lei dos pacotes turísticos... para desagrado do sector

09-06-2017 (17h38)

A Alemanha terá a partir de 1 de Julho uma nova lei dos pacotes turísticos já de acordo com a nova Directiva Europeia para este produto turístico, que desagrada designadamente à DRV, associação das agências de viagens alemãs.

"Globalmente, as novas regras legais aumentarão desnecessariamente a complexidade da venda de viagens", criticou o vice-presidente da DRV, Ralf Hieke, citado pelo "FVW".

O dirigente associativo, de acordo com essas notícias, admitiu que o sector "conseguirá viver" com o novo quadro legal, sublinhando de seguida, que mais importante ainda é que as empresas do sector "podem continuar a existir como agências de viagens.

Segundo essa notícia do "FVW", alteração mais importante introduzido pela nova Directiva Europeia dos Pacotes refere-se ao que é designado como "pacotes de viagens combinados", referindo-se a uma reserva de dois produtos, como por exemplo um voo e um hotel, de dois fornecedores diferentes.

As notícias explicam que essa medida visou principalmente que a Directiva cubra também as OTA, só que também não deixará de ter impacto sobre as agências de viagens que têm como actividade principal a venda de pacotes.

Os agentes de viagens que criarem esses ‘pacotes' podem evitar as responsabilidades inerentes vendendo os produtos separadamente, com facturas diferentes, ou vendendo como componentes individuais do mesmo operador.

Nessa eventualidade, os clientes já poderão fazer um pagamento único para as duas facturas.

Outra alteração assinalada é que até 20 dias da data de partida os operadores turísticos poderão aumentar os preços dos seus pacotes até 8%, se puderem provar que os seus custos aumentaram, quando anteriormente apenas podiam subir até 5%.

A notícia do "FVW" refere ainda que incentivados pela DRV, agentes de viagens alemães enviaram mais de 70 mil cartas e emails aos membros do parlamento, que evitaram a cláusula controversa que obrigava os clientes a fazerem pagamentos separados dos diferentes produtos.

 

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

CVC ultrapassou os cinco milhões de passageiros embarcados no primeiro semestre

14-08-2018 (17h56)

O grupo brasileiro CVC Corp, que engloba agências de viagens e operadores turísticos e vende viagens de lazer e corporativas, superou no primeiro semestre os cinco milhões de passageiros embarcados, com um aumento em 30,8% em relação ao período homólogo de 2017.

CVC agrega mais uma participada b2b com a compra do consolidador Esferatur

14-08-2018 (16h26)

A brasileira CVC, maior grupo latino americano de organização e comercialização de viagens, anunciou hoje um reforço do seu portefólio de produtos e serviços para o mercado profissional através da aquisição da Esferatur, classificada como um dos maiores consolidadores do mercado brasileiro, com vendas de bilhetes de avião na ordem de 1,8 mil milhões de reais (cerca de 407 milhões de euros).

Lusanova Cruzeiros já vende cruzeiros Star Clippers

08-08-2018 (17h20)

A Lusanova Cruzeiros, que em finais de Julho começou a vender cruzeiros da Carnival Cruise Line, anunciou hoje que também passou a ser agente de vendas da Star Clippers.

Soltrópico lança campanha para férias em Setembro em Cabo Verde, Tunísia e Porto Santo

08-08-2018 (12h58)

A Soltrópico lançou uma campanha de vendas para férias em Setembro em alguns dos seus destinos programados com voos charter, designadamente as ilhas cabo-verdianas do Sal e da Boavista, Monastir, na Tunísia, e Porto Santo.

Operadores marítimo-turísticos dos Açores queixam-se de falta de capacidade na SATA

07-08-2018 (15h08)

A SATA “está a penalizar” a actividade dos operadores marítimo-turísticos, por falta de capacidade para a procura que há nomeadamente para mergulho com jamantas ao largo da ilha de Salta Maria, que empresários locais garantem estar a afirmar-se como alternativa às Maldivas.