“2018 foi o melhor ano da rede Bestravel”, Carlos Baptista

02-02-2019 (12h13)

A rede de agências de viagens Bestravel teve em 2018 o seu “melhor ano”, com as vendas a subirem 29% e a margem a crescer 22% face ao ano anterior, revelou o novo administrador da empresa, Carlos Baptista.

O destino mais vendido nas agências Bestravel em 2018 voltou a ser Portugal, com uma facturação de mais de 9 milhões de euros e um crescimento superior a 30% face ao ano anterior, indicou o executivo, em conferência de imprensa durante a XV Convenção da Bestravel, a decorrer até Domingo na Madeira.

O destino que mais cresceu na rede, por sua vez, foram os Açores com mais do dobro das vendas que em 2017, uma evolução que o executivo associa à realização da Convenção da rede em Ponta Delgada em 2018.

Outros destinos com crescimentos assinaláveis de vendas no ano passado foram a Tunísia, Espanha e Cabo Verde, acrescentou Carlos Baptista.

O administrador da Gecontur, master franchising da Bestravel, sublinhou que este “melhor ano da rede” foi alcançado com uma rede de 49 agências, menos 25 que no ano em que a rede teve mais lojas, que foi em 2011, e face ao qual tiveram um crescimento médio da produção de 64%.

Relativamente aos principais fornecedores da rede, Carlos Baptista indicou que se mantêm semelhantes ao ano passado, com os principais a serem os operadores turísticos Soltour, Soltrópico, Jolidey e outros.

Por outro lado, o desenvolvimento de produto próprio tem vindo a ganhar preponderância, até pelo esforço que a rede tem feito em especialização no produto e serviço ao cliente, acrescentou o executivo.

Apesar do ano recorde, 2018 era antecipado como um ano difícil devido à introdução da nova directiva europeia das viagens em plena época alta, a 1 de Julho, o que, segundo Carlos Baptista, acabou por não ter consequências de relevo por ter sido “um ano imaculado”, em que “não houve atentados, não houve catástrofes naturais, e isso obviamente que facilitou muito”.

Ao longo do ano passado, a Bestravel inaugurou quatro novas lojas, em Lousada, Massamá, Santarém e Vila Nova de Gaia.

Para este ano, Carlos Baptista revelou que já está prevista uma abertura, a 9 de Fevereiro, em Évora.

Contudo, o administrador destacou que a rede pretende apostar na qualidade e, por isso, prevê um máximo de três a quatro aberturas por ano sem exceder um total de 65.

Por outro lado, a Gecontur tem planos de expansão através do agrupamento de gestão de agências de viagens GPA, que actualmente tem quatro membros, revelou Carlos Baptista.

 

O PressTUR está na Madeira a convite da Bestravel

 

Ver também:

Novo administrador da Bestravel quer potenciar serviço ao cliente para marcar a diferença

Presidente da APAVT apela ao foco para enfrentar próximos anos

Secretária Regional de Turismo da Madeira enaltece contributo das agências de viagens para a região

 

Clique para ver mais: Bestravel

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Abreu é agência de viagens nº1 em referências nas redes sociais e notícias em Julho

14-08-2019 (15h15)

A Abreu foi a agência de viagens que registou o maior número de menções nas redes sociais e o maior número de referências em notícias durante o mês de Julho, segundo a empresa de estatísticas de audiências Marktest.

Solférias assina parceria com a UNICEF para ajudar crianças cabo-verdianas

14-08-2019 (11h27)

O operador turístico Solférias estabeleceu uma parceria com a UNICEF para angariar fundos para a nutrição de crianças cabo-verdianas, “para que possam ter condições dignas para um crescimento saudável”.

APG Portugal acrescenta Amaszonas ao seu programa de interline

12-08-2019 (15h21)

A companhia de aviação boliviana Amaszonas, que tem base no Aeroporto Internacional da El Alto, La Paz (LPB), passou a integrar o programa de emissão de bilhetes interline da APG Portugal.

APAVT “aplaude” declaração de serviços mínimos na greve dos motoristas de matérias perigosas

09-08-2019 (12h29)

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo declarou hoje que “não só aplaude a decisão do Governo relativa à definição dos serviços mínimos, como manifesta a esperança de que esta constitua um padrão de resposta para futuras greves que afectem os Portugueses e, sobretudo, a principal actividade económica do País – o Turismo”.

Insolvência das britânicas Late Rooms e Super Break afecta mais de 50 mil viajantes

06-08-2019 (15h46)

As empresas britânicas Late Rooms e Super Break, do Malvern Group, declararam insolvência, o que deverá afectar mais de 50 mil clientes, a maior parte deles ainda com viagens por iniciar.

Noticias mais lidas