Sancti Spiritus, uma viagem à era colonial

06-09-2019 (08h52)

Casas pintadas de tons vibrantes, edifícios antigos com arcadas na fachada e ruas estreitas com estradas de pedra, eis uma cidade colonial em Cuba chamada Sancti Spiritus, para passeios tranquilos e alojamento de charme.

Depois de quase três horas de estrada desde Camaguey, a nossa paragem em Sancti Spiritus soube a pouco, e serviu sobretudo para plantar o desejo de regressar.

Na memória ficaram os edifícios antigos de cores quentes, as ruas estreitas com estradas de pedra e o amplo Parque Serafín Sanchez, com bancos à sombra de árvores e rodeado de edifícios coloniais, com colunas e arcadas nas fachadas, e nunca mais de três andares.

Alguns dos antigos edifícios de Sancti Spiritus foram convertidos em hotéis de charme, opções ideais para quem procura entrar no espírito da cidade e hospedar-se num antigo palacete, como o Hotel Plaza, o Hotel Don Florencio e o Hotel Del Rijo.

Faltou-nos tempo para ver uma das principais atracções da cidade, a Ponte Yayabo, uma construção em tijolo feita pelos espanhóis em 1815, que atravessa o rio Yayabo fazendo cinco arcos, num estilo raro em Cuba.

Mas houve tempo, isso sim, para almoçar num dos mais conhecidos restaurantes da cidade, o Mesón de la Plaza, que evoca a era colonial com a decoração e com as suas longas mesas de madeira.

Não foi só a deliciosa carne desfiada com arroz e puré servida num prato de barro que marcou a refeição, foi também a música ao vivo e a fantástica voz da cantora que encheu o restaurante e transbordou para a rua, num espectáculo que parecia uma mistura de ópera e música cubana.

Hora de partir novamente, a estrada espera-nos para mais duas horas de caminho até aos Cayos do Norte de Villa Clara, pequenas ilhotas com praias de areia branca e mar azul turquesa, com resorts para todos os gostos.

Para continuar a ler clique:

Praias a perder de vista nos Cayos de Villa Clara

Por Luís Canto

O PressTUR viajou a convite do Ministério de Turismo de Cuba

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Pelas estradas de Cuba, de Santiago a Havana

06-09-2019 (09h08)

Em mais de 1.600 quilómetros de estrada, de Santiago a Havana, pouco escapou aos profissionais de turismo portugueses e espanhóis que participaram nesta viagem a Cuba. Visitaram cidades que ainda estão a despertar para o turismo, conheceram novos hotéis e praias paradisíacas.

Santiago de Cuba, entre o mar das Caraíbas e a Sierra Maestra

06-09-2019 (09h06)

Uma cidade que respira música e animação, e ao mesmo tempo um local rico em história, assim é a segunda maior cidade do país, Santiago de Cuba, instalada entre o mar das Caraíbas e a Sierra Maestra.

El Cobre, o local de peregrinação mais sagrado em Cuba

06-09-2019 (09h02)

No meio da montanha, a espreitar entre a vegetação abudante, avistamos um edifício amarelo com cúpulas vermelhas. É a Basílica de El Cobre, o local de peregrinação mais sagrado de Cuba, a meia hora de Santiago.

Guantanamo tem mais para contar

06-09-2019 (09h00)

Um centro histórico com edifícios colonais preservados e um cenário de montanhas cobertas de vegetação a espreitar para o mar são alguns dos argumentos de Guantanamo, que tem mais para contar do que apenas a história de uma prisão norte-americana.

Baracoa, “verde contangiante” sobre uma baía chamada Porto Santo

06-09-2019 (08h57)

"Em Baracoa, o verde é contagiante", disse-nos o guia antes de sairmos de Guantanamo, uma descrição que se torna evidente quando subimos em curva e contra-curva uma cordilheira repleta de vegetação. Um cenário que nos acompanhará até chegarmos ao mar, a uma baía chamada Porto Santo.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas