Malta aposta na cultura e eventos para aumentar chegadas de turistas internacionais

15-05-2018 (16h20)

Foto: www.maltacultureguide.com
Foto: www.maltacultureguide.com

A cultura, a história e os eventos, que este ano têm uma programação mais extensa pelo facto de Valeta ser Capital Europeia da Cultura, são as novas apostas de Malta para aumentar a chegada de turistas estrangeiros, uma estratégia que já está a ter resultados positivos, disse ao PressTUR, Gavin Gulia, chairman do Turismo de Malta.

"Crescemos de 1,1 milhões de turistas em 2005 para 2,3 milhões de turistas em 2017 e estamos confiantes de que vamos alcançar os 2,5 milhões de turistas até ao final deste ano", começou por dizer Gavin Gulia.

Na sua opinião existem várias razões para o crescimento, incluindo uma "mudança geral na indústria do turismo a nível global" e "também uma mudança na visão da MTA [Malta Tourism Authority".

"Antigamente focávamos todas as nossas energias no meses de Verão, por causa do sol e mar, um produto que sempre vendemos, mas obviamente tínhamos um problema de sazonalidade. Então mudámos de estratégia", explicou o executivo.

A cultura e a história, aliados ao clima, quente no Verão e ameno no Inverno, foram as primeiras apostas, uma vez que o país tem uma riqueza histórica muito vasta.

Gavin Gulia destacou a história de Manuel Pinto da Fonseca, um português que foi eleito grão-mestre dos cavaleiros de São João, que morreu em Malta e está sepultado na Catedral de São João, em Valeta.

Por outro lado, o Turismo de Malta também investiu na programação de eventos, incluindo o Isle of MTV Music Week ou Festival do Barroco.

Desde a mudança de estratégia, "o crescimento é visível, porque deixámos de vender Malta só no Verão para passar a vender durante todo o ano, o que também acontece porque conseguimos atingir o mercado de city breaks", salientou Gavin Gulia.

Malta atrai também um série de nichos de mercado, desigadamente mergulho, turismo de aprendizagem da língua inglesa para jovens e séniores, turismo LGBT, casamentos, "especialmente da Índia", e cruzeiros, com o que soma cerca de "700 mil vistantes por ano".

 

Turistas portugueses em Malta

O número de turistas portugueses em Malta também deverá ter um crescimento forte este ano prevê Gavin Gulia, uma vez que em 2017 chegou aos 900 mil e este ano, só no mês de Abril, já somou 300 mil, um terço do total do ano passado.

O aumento está relacionado com a retoma dos voos regulares da Air Malta de e para Lisboa e da Ryanair de e para o Porto (clique para ler: Air Malta vai manter voos para Lisboa no Inverno e quer duplicar frequências em 2019 / Ryanair anuncia nova rota entre Porto e Malta).

 

Clique para mais notícias: Malta

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo Piñero inaugura Fantasia Bahia Principe Tenerife

06-11-2018 (14h05)

O Grupo Piñero inaugurou o Fantasia Bahia Principe, um hotel temático tudo incluído na Costa de San Miguel dedicado ao conceito de férias familiares.

Conheça a diversidade dos Spas de luxo na Alemanha e na Áustria

05-11-2018 (15h29)

A Green Pearls, plataforma de comunicação e informação dedicada ao turismo sustentável, destacou alguns Spas de luxo na Alemanha, e um na Áustria, que oferecem uma panóplia de tratamentos e abordagens terapêuticas distintas.

Green Pearls lança sugestões para uma festa de Natal sustentável

26-10-2018 (16h33)

A Green Pearls, plataforma de comunicação e informação dedicada à sustentabilidade no turismo, lançou uma série de sugestões para uma festa de Natal sustentável para grupos ou empresas.

Ryanair volta às promoções ‘choque’ com “1 milhão de lugares por apenas 9,99€”

22-10-2018 (13h37)

A low cost Ryanair, que ainda hoje comunicou uma quebra de lucros no Verão nomeadamente por queda da tarifa média, anunciou quase em simultâneo “uma mega promoção disponível durante um dia, com 1 milhão de lugares por apenas 9,99€ em toda a sua rede europeia”.

Nordictur propõe viagem à Noruega para ver auroras boreais

19-10-2018 (13h21)

O operador turístico Nordictur está a promover um programa de três noites para visitar a Tromso, na Noruega, e ver as auroras boreais, que classifica como “um dos mais belos fenómenos da natureza”.