Riu Hotels investiu 70 milhões de euros no novo Riu Palace Boavista

13-11-2018 (15h10)

A Riu Hotels & Resorts anunciou que investiu 70 milhões de euros no seu novo resort Riu Palace Boavista, um empreendimento com 505 quartos, incluindo 100 duplos com piscina privativa, para alojamento em regime de tudo incluído (TI).

O resort de 5-estrelas, localizado na Praia das Dunas e aberto desde o início do mês (clique para ler: Riu Palace Boavista abre a 2 de Novembro), é o quinto do grupo hoteleiro em Cabo Verde e o terceiro na ilha da Boavista.

A sua abertura acontece dez anos depois da inauguração do primeiro hotel da Riu na Boavista, o Riu Karamboa, e 13 anos depois da abertura do primeiro hotel do grupo em Cabo Verde, na Ilha do Sal, onde está actualmente o Riu Palace Cabo Verde.

No total, a rede hoteleira tem cinco hotéis em Cabo Verde, com um total de 3.480 quartos, que recebem mais de 235 mil clientes por ano, segundo dados da empresa, que indica que o seu investimento acumulado nas ilhas cabo-verdianas ascende a 340 milhões de euros.

Luis Riu, CEO e co-proprietário da Riu Hotels & Resorts, citado em comunicado, salientou que Cabo Verde é “uma experiência única”, onde foram superados vários desafios logísticos, de infraestrutura e de formação.

“O novo hotel será administrado por funcionários locais que cresceram profissionalmente nos nossos hotéis no Sal e na Boavista e que hoje estão ao nível de poder abrir e dirigir os diferentes departamentos de um hotel desta categoria, algo de que estou especialmente orgulhoso”, frisou Luis Riu.

A oferta gastronómica é um dos destaques do Riu Palace Boavista, que inclui um restaurante principal, baptizado “África”, com um amplo buffet com cozinha ao vivo, um restaurante de cozinha de fusão e outro de comida japonesa.

A nível de bares, o resort tem dois bares dentro das piscinas, baptizados “Grogue” e “Pontchi”, um “Sports  Bar” aberto 24 horas, uma cafetaria e pastelaria “Capuchino”, e outros.

O novo resort dispõe ainda dos espaços Riu Art, que é um atelier para desenvolvimento de trabalhos artísticos, e RiuLand, onde são promovidas actividades para os mais novos, bem como um ginásio e um Spa, com terapias e tratamentos de beleza e bem-estar.

A nível de entretenimento, a Riu destaca ainda que os hóspedes poderão desfrutar da discoteca Pacha, localizada no hotel vizinho, o Riu Karamboa.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Riu Hotels & Resorts

Clique para ver mais: Cabo Verde

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias promove ofertas para Páscoa na Ilha do Sal

30-01-2019 (17h39)

O operador turístico Solférias está a promover as suas ofertas para a Páscoa na Ilha do Sal, em Cabo Verde, nos últimos dias da sua campanha de vendas antecipadas, que termina amanhã, dia 31 de Janeiro.

Oásis Atlântico vai abrir um eco resort na praia do Tarrafal em Cabo Verde

16-01-2019 (18h10)

O grupo hoteleiro português Oásis Atlântico anunciou que vai abrir um eco resort de 5-estrelas na praia do Tarrafal, no Norte da ilha de Santiago, em Cabo Verde.

Reservas para Cabo Verde até 20 de Março não serão afectadas pela nova TSA

07-01-2019 (18h39)

Os operadores turísticos Solférias e Soltrópico avançaram hoje que as reservas dos seus pacotes para Cabo Verde, apesar da entrada em vigor a 1 de Janeiro de uma nova Taxa de Segurança Aeroportuária (TSA) no país, “não sofrerão alterações de preços para reservas efectuadas até às 18h dia 20 de Março”, desde que tenham sido enviados os dados de passaporte dos viajantes.

Alojamento na Ilha do Sal esteve 100% ocupado no fim do ano

03-01-2019 (12h23)

Os hotéis, residenciais e pousadas na ilha cabo-verdiana do Sal receberam no final do ano cerca de 12 mil hóspedes estrangeiros e alcançaram uma taxa de ocupação de 100%, de acordo com as estimativas da imprensa local.

Cidadãos de 32 países europeus ficam isentos de vistos para Cabo Verde a partir de 1 de Janeiro

21-12-2018 (13h38)

Os cidadãos de 32 países europeus estarão isentos de visto de curta duração para entrar em Cabo Verde, uma medida várias vezes adiada, e que começa a vigorar a partir de 1 de Janeiro, anunciou hoje o Governo.