Projectos turísticos financiados pela UE em mais de 1,1 milhões de euros arrancam em Cabo Verde

20-03-2018 (15h30)

Três projectos turísticos financiados pela União Europeia em mais 1,1 milhões de euros começaram a ser desenvolvidos na ilha cabo-verdiana do Fogo, no âmbito de uma deslocação àquela ilha da embaixadora da UE em Cabo Verde, Sofia Moreira de Sousa.

Um desses projectos é o "Ecoturismo na Piscina Natural de Salinas", que resulta de uma parceria entre a Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste (Esdime) e a câmara de São Filipe, lançado oficialmente na segunda-feira.

Com um financiamento da União Europeia estimado em cerca de 360 mil euros (75% do valor global), as obras incluem a requalificação do acesso à piscina natural, a instalação de equipamentos de segurança e de lazer, arrastador para os pescadores que utilizam o porto, construção de abrigos para botes e uma esplanada.

Inicialmente previsto para arrancar em 2016, o projecto sofreu vários atrasos, estimando-se agora que termine no mês de Novembro.

A presidente da Esdime, Madalena Alves, sublinhou que a aposta é compatibilizar a atracção turística com a actividade piscatória da comunidade da zona Norte de São Filipe.

Por seu lado, o presidente da Associação dos Pescadores da Zona Norte, Clarindo Teixeira, disse, citado pela agência cabo-verdiana de notícias Inforpress, que apesar da descrença motivada pelos atrasos no projecto, os pescadores veem na infraestrutura uma forma de promover pesca produtiva e de qualidade.

A baia de Salinas abriga um pequeno porto de pesca e uma piscina natural desenhada pela rocha vulcânica e é uma das principais atracções turísticas da ilha do Fogo.

Outro projecto iniciado é o programa "Rotas do Fogo", que conta com um financiamento europeu de quase 500 mil euros.

Com data prevista de execução de dois anos, será implementado pela ONG italiana COSPE em parceria com as várias autarquias da ilha e com o Parque Nacional do Fogo.

O objectivo passa por melhorar as condições socioeconómicas dos vários intervenientes do sector do turismo através da promoção projectos sustentáveis como o agroturismo e a agroecologia.

Identificação e dinamização de novos itinerários de turismo rural, criação de um agroparque no perímetro florestal de Monte Velha, criação de uma rede de promoção do turismo rural, abertura de um ponto de informação turística em Chã das Caldeiras e transformação de produtos locais para o turismo são algumas das actividades previstas no projecto.

Hoje, dia 20 de Março, será inaugurada no centro Sete Sóis Sete Luas a exposição de três pintores de Marrocos, nomeadamente Fatima Bikerouane, Slimane Drissi e Mohamed Mountassir, no quadro do projecto "A diversidade cultural cabo-verdiana como instrumento do desenvolvimento do turismo sustentável nas ilhas mais periféricas", que conta com um financiamento de cerca de 340 mil euros da União Europeia.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Cabo Verde

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias promove ofertas para Páscoa na Ilha do Sal

30-01-2019 (17h39)

O operador turístico Solférias está a promover as suas ofertas para a Páscoa na Ilha do Sal, em Cabo Verde, nos últimos dias da sua campanha de vendas antecipadas, que termina amanhã, dia 31 de Janeiro.

Oásis Atlântico vai abrir um eco resort na praia do Tarrafal em Cabo Verde

16-01-2019 (18h10)

O grupo hoteleiro português Oásis Atlântico anunciou que vai abrir um eco resort de 5-estrelas na praia do Tarrafal, no Norte da ilha de Santiago, em Cabo Verde.

Reservas para Cabo Verde até 20 de Março não serão afectadas pela nova TSA

07-01-2019 (18h39)

Os operadores turísticos Solférias e Soltrópico avançaram hoje que as reservas dos seus pacotes para Cabo Verde, apesar da entrada em vigor a 1 de Janeiro de uma nova Taxa de Segurança Aeroportuária (TSA) no país, “não sofrerão alterações de preços para reservas efectuadas até às 18h dia 20 de Março”, desde que tenham sido enviados os dados de passaporte dos viajantes.

Alojamento na Ilha do Sal esteve 100% ocupado no fim do ano

03-01-2019 (12h23)

Os hotéis, residenciais e pousadas na ilha cabo-verdiana do Sal receberam no final do ano cerca de 12 mil hóspedes estrangeiros e alcançaram uma taxa de ocupação de 100%, de acordo com as estimativas da imprensa local.

Cidadãos de 32 países europeus ficam isentos de vistos para Cabo Verde a partir de 1 de Janeiro

21-12-2018 (13h38)

Os cidadãos de 32 países europeus estarão isentos de visto de curta duração para entrar em Cabo Verde, uma medida várias vezes adiada, e que começa a vigorar a partir de 1 de Janeiro, anunciou hoje o Governo.