Cabo Verde assina acordo com Portugal para implementar o programa Revive

28-03-2019 (15h25)

Portugal e Cabo Verde assinaram um acordo para implementar o programa Revive no país africano, um projecto que promove a recuperação de edifícios históricos para fins turísticos.

A secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, disse à agência Lusa que Cabo Verde tornou-se hoje o terceiro país africano a aderir ao programa de recuperação do património que “fala português no mundo”, seguindo os passos de Angola e São Tomé e Príncipe (clique para ver mais: São Tomé e Príncipe tem oito roças com potencial turístico identificadas pelo Revive Internacional / Vila Galé “vai analisar” concurso Revive em São Tomé e Príncipe).

Ana Mendes Godinho falava à margem da I Conferência Ministerial sobre o Transporte Aéreo e o Turismo em África, que decorre na ilha do Sal, durante a qual assinou hoje um protocolo entre Portugal e Cabo Verde com vista à implementação do programa Revive que promove e agiliza os processos de rentabilização e preservação de património público devoluto, tornando-o apto para o turismo.

O Revive abre o património ao investimento privado para desenvolvimento de projectos turísticos, através da realização de concursos públicos e Portugal vai apoiar Cabo Verde neste processo, nomeadamente através de apoio técnico.

Segundo Ana Mendes Godinho, Cabo Verde é o terceiro país africano a aderir à iniciativa e está a fazê-lo com “muito entusiasmo”.

Actualmente, os técnicos estão a identificar o “património que fala português” em Cabo Verde e que se encontra devoluto, de modo a torná-lo apto para afetação a uma actividade económica com finalidade turística, gerar riqueza e postos de trabalho, promover o reforço da atractividade de destinos regionais, a desconcentração da procura e o desenvolvimento de várias regiões do país.

“Estamos a apoiar o desenvolvimento do projecto, através de aconselhamento técnico, e incentivando grupos portugueses a desenvolver este projeto em Cabo Verde”, acrescentou.

Para a secretária de Estado do Turismo, “Cabo Verde está com um grande crescimento na área do turismo e é uma oportunidade para as empresas portuguesas”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Revive

Clique para ver mais: Cabo Verde

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias leva a Cabo Verde agentes de viagens que mais venderem o destino

02-04-2019 (14h12)

O operador turístico Solférias vai oferecer oito lugares numa viagem de familiarização (fam trip) às ilhas cabo-verdianas da Boavista e de Santiago às oito agências de viagens que mais venderem os seus programas para Cabo Verde.

Cabo Verde promove Triangle Trail para atrair desportistas e turistas

02-04-2019 (09h38)

As ilhas cabo-verdianas de Santiago, Fogo e Santo Antão vão acolher pela primeira vez o Triangle Trail, um evento desportivo e turístico desenvolvido por uma empresa e apoiado pelo Governo para promover a prática do desporto no país.

Soltrópico destaca ofertas para Porto Santo, Tunísia, Marrocos e Cabo Verde na “Campanha Escaldão”

27-03-2019 (13h22)

O operador turístico Soltrópico está a promover a sua “Campanha Escaldão”, destacando as ofertas para Porto Santo, Monastir, Saïdia, Sal e Boavista, a “preços que o vão deixar em brasa”.

Soltrópico divulga ofertas para Ilha do Sal com voos TACV de Lisboa

04-03-2019 (17h12)

O operador turístico Soltrópico anunciou ao mercado as suas ofertas para férias de Verão na Ilha do Sal, em Cabo Verde, com voos TACV de Lisboa.

Turismo português em Cabo Verde concentra-se mais na ilha do Sal

27-02-2019 (16h55)

A ilha do Sal concentrou 56,7% das dormidas de turistas portugueses na hotelaria de Cabo Verde em 2018, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados hoje pelo INE cabo-verdiano, os quais mostram que no ano passado Portugal foi um dos emissores que menos cresceu.