Quase 20 minutos de fogo-de-artifício na noite de São João no Porto

20-06-2018 (17h59)

Ribeira
Ribeira

O fogo-de-artifício do São João do Porto, a partir das 00h00 de Domingo, vai durar 19 minutos e meio, compreendendo 53.750 disparos de efeitos pirotécnicos, disse hoje à Lusa fonte oficial.

O habitual espectáculo piromusical na Ribeira do Porto tem como tema este ano a “Folia em noite de paixão”, sendo que o fogo-de-artifício será lançado no Douro, a jusante da Ponte Luiz I e até 600 metros de distância.

Para acompanhar os 3.750 disparos de efeitos pirotécnicos (uma cadência média de lançamentos de 2.756 disparos por minuto) foram escolhidas oito músicas, mas para abrir foi escolhido o tema “Supremacy”, da banda britânica Muse.

O espectáculo oferece ainda “efeitos de fogos cruzados”, “sequências digitais”, “disparos de girassóis de múltiplas cores” e “inovações com dourados de longa duração” e os tabuleiros, superior e inferior, da Ponte Luiz I recebem uma cascata.

Logo após o espectáculo de fogo-de-artifício, José Cid & The Big Band atuam na Avenida dos Aliados, com o concerto marcado para arrancar pelas 00h30. Pelas 02h30 está previsto subir ao palco daquela avenida o DJ Set – Alberto Rocha.

Antes, pelas 22h00, a Avenida dos Aliados é palco de um “Tributo a António Mafra”, durante o qual vão ser recordados alguns dos sucessos do grupo que mais músicas dedicou ao São João do Porto.

No Domingo, feriado municipal no Porto, há concertos de São João, a partir das 17h00, nos Aliados, com a Banda Sinfónica Portuguesa e a participação especial do Quarteto de Clarinetes de Lisboa, sob a direcção musical de Francisco Ferreira.

O programa prossegue com as orquestras La Paconchita e Libertadores, ambas dirigidas por Óscar Navarro, Lusitanidades, por Carlos Marques, ou a estreia de “Interlace”, por Lino Guerreiro.

As tradicionais rusgas de São João do Porto, realizadas por colectividades da cidade e que costumam acontecer após a noite de São João, ou seja no Domingo, vão ser antecipadas para a próxima sexta-feira.

“Sete grupos, representando a cidade inteira, actuam na sexta-feira, a partir das 21h30, nos Aliados”, avançou a Câmara do Porto, referindo que cada grupo actuará em representação de cada uma das freguesias/uniões de freguesias do Porto.

 

Clique para mais: Cá Dentro

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Catedral de Idanha-a-Velha recebe cimeira internacional sobre sustentabilidade

11-10-2018 (11h30)

A associação Aldeias Históricas de Portugal esta a promover a International Summit: Cultural Sustainable Destinations without Borders, que vai decorrer nos dias 15, 16 e 17 de Novembro na Catedral de Idanha-a-Velha.

Casa do Século XV em Monção transformada em enoturismo dedicado ao Alvarinho

10-10-2018 (18h16)

Uma casa do século XV em Monção reabre séculos depois, no Verão de 2019, como unidade de enoturismo e centro de experimentação do vinho Alvarinho, num investimento próximo de três milhões de euros, disse hoje à Lusa o promotor.

Turismo do Centro elogia reconhecimento europeu para Coimbra Região da Gastronomia 2021

09-10-2018 (00h28)

O presidente do Turismo Centro de Portugal (TCP), Pedro Machado, disse hoje que a atribuição do título de Região Europeia da Gastronomia 2021 a Coimbra é o reconhecimento europeu de uma região que tem produtos de elevada qualidade.

Solférias acrescenta circuitos aos seus programas de réveillon na Madeira

08-10-2018 (12h34)

O operador turístico Solférias anunciou hoje ao mercado a disponibilização de “circuitos de reveillon” a complementar os seus pacotes para o fim do ano na Madeira com voos TAP de Lisboa e do Porto.

Idanha-a-Velha 'celebra' descoberta arqueológica

03-10-2018 (14h20)

Idanha-a-Velha, que pertence à rede de Aldeias Históricas de Portugal, está a 'celebrar' a descoberta daquela que pode ser uma das portas principais da Egitânia, uma antiga cidade romana que chegou a ser habitada por suevos e visigodos.