Moura (Beja) vai criar oferta de actividades náuticas no Alqueva

06-11-2018 (17h28)

A Câmara de Moura e a empresa gestora do Alqueva, no Alentejo, querem criar uma estação náutica, composta por várias infra-estruturas, para aproveitar as potencialidades do concelho e da albufeira para actividades náuticas.

Trata-se da Estação Náutica Lago de Alqueva - Moura, que prevê a construção de equipamentos e infra-estruturas para actividades náuticas no concelho de Moura, distrito de Beja, a maioria junto à coroa da barragem, explicou hoje à agência Lusa o presidente do município, Álvaro Azedo.

Segundo o autarca, o projecto da estação, que é coordenado pelo município e envolve vários parceiros, como a Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva (EDIA), pretende “agregar, fomentar, consolidar e aproveitar potencialidades” do concelho e do Alqueva no sector da náutica.

Neste sentido, referiu Álvaro Azedo, o projecto prevê criar “uma oferta integrada, competitiva e credível” de equipamentos e infra-estruturas para promover o concelho como destino náutico, “fazendo das actividades náuticas um motor de desenvolvimento turístico”.

A estação, que já foi certificada pelo Fórum Oceano - Associação de Economia do Mar, permitirá realizar eventos e disponibilizará produtos e serviços do sector da náutica, como passeios marítimo-turísticos, desportos náuticos, aluguer de material para actividades náuticas e de embarcações, táxi fluvial, pesca turística, desportiva e amadora, alojamento, restauração e comércio.

As obras de construção dos equipamentos e infra-estruturas da estação, uma a cargo da EDIA e as restantes do município, vão decorrer em quatro fases, adiantou, referindo que a autarquia ainda vai definir os orçamentos da maior parte das obras a seu cargo e procurar formas de as financiar.

Segundo o autarca, as obras dos equipamentos e infra-estruturas a cargo do município irão arrancar “sempre de forma sustentada e à medida que for garantido financiamento”.

A primeira fase prevê a construção da Plataforma Central de Lazer junto à coroa da barragem, numa obra da EDIA, que já tem financiamento garantido e deverá começar em Setembro de 2019 e terminar durante o primeiro semestre de 2020.

A plataforma vai incluir infra-estruturas de apoio ao turismo náutico e aos operadores com actividades na zona, como um espaço de cafetaria e casas de banho.

A segunda fase prevê a construção de três áreas de serviço de auto-caravanas, uma junto à barragem, uma na aldeia da Estrela e outra junto ao Cais da Barca, numa obra do município, que já tem financiamento garantido e deverá terminar no segundo semestre de 2019, disse.

As terceira e quarta fases, cujas obras a cargo da câmara deverão começar em 2020, incluem a construção, junto à coroa da barragem, respectivamente, do Centro Náutico de Moura/Alqueva e de equipamentos de recreio e lazer, como uma piscina flutuante e uma praia fluvial.

No âmbito do projecto, está a ser construído e deverá começar a funcionar até ao final deste ano o Centro de Remo do Ardila, numa parceria entre uma empresa e o Grupo União Safarense.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Cá Dentro

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Villa Termal Caldas de Monchique quer ser “um verdadeiro hub de bem-estar”

20-03-2019 (14h21)

A Villa Termal Caldas de Monchique Spa Resort, no Algarve, tem novos donos e está a ser remodelada para ser “um verdeiro hub de bem-estar”, anunciou um dos accionistas do resort, Miguel Velez.

Alcobaça inaugura amanhã novo espaço verde nas margens do rio Alcoa

20-03-2019 (12h16)

O município de Alcobaça vai inaugurar esta quinta-feira o Parque Verde, um espaço de 60 mil metros quadrados nas margens do rio Alcoa, com um investimento de 2,5 milhões de euros.

Sonhando anuncia vendas antecipadas para Porto Santo

19-03-2019 (19h28)

O operador turístico Sonhando está a anunciar uma campanha de vendas antecipadas até 31 de Março para viagens a Porto Santo este Verão, com voos operados pela TAP e sete noites de alojamento a partir 498 euros.

Grupo Younan estreia-se em Portugal com hotel de 6,5 milhões na Figueira da Foz

19-03-2019 (18h49)

O grupo francês Younan anunciou hoje um investimento de 6,5 milhões de euros na compra e renovação de um hotel na Figueira da Foz, a primeira operação da empresa em Portugal, previsto abrir em Junho.

Casual Hoteles investe 25 milhões em cinco hotéis em Lisboa e Porto

19-03-2019 (11h28)

A empresa espanhola Casual Hoteles vai investir cerca de 25 milhões de euros em cinco unidades hoteleiras em Lisboa e no Porto, a primeira das quais deverá abrir ainda este mês na capital portuguesa.