Gouveia, Guarda e Fundão vão criar rede literária

21-02-2020 (14h55)

Foto: www.mun-guarda.pt
Foto: www.mun-guarda.pt

Municípios vão criar rede literária dedicada a Eduardo Lourenço, Vergílio Ferreira e Eugénio de Andrade

Os municípios de Gouveia, Guarda e Fundão vão criar uma rede literária, que incidirá sobre “espaços emblemáticos na vida e na obra” dos escritores Eduardo Lourenço, Eugénio de Andrade e Vergílio Ferreira.

Segundo o município de Gouveia, presidido por Luís Tadeu, o projecto “Ler e Partir: Geografias Literárias de Eduardo Lourenço, Eugénio de Andrade e Vergílio Ferreira” vai ser desenvolvido no âmbito de um protocolo que as três autarquias abrangidas vão assinar, em Gouveia, no dia 1 de Março.

A assinatura do protocolo tem como principal objectivo “a construção de uma rede em torno dos espaços emblemáticos na vida e na obra” dos três escritores, estando a Guarda associada a Eduardo Lourenço e a Vergílio Ferreira, a Póvoa de Atalaia - Fundão a Eugénio de Andrade, e Melo - Gouveia a Vergílio Ferreira.

Na nota enviada à agência Lusa é também referido que ao projecto cultural se associarão a Casa da Poesia Eugénio de Andrade e a futura Casa da Palavra Vergílio Ferreira, bem como as Bibliotecas Municipais Vergílio Ferreira (Gouveia), Eduardo Lourenço (Guarda) e Eugénio de Andrade (Fundão).

Considerando “a importância e o valor literário” dos três escritores, a autarquia de Gouveia assume que o projecto “reveste-se de uma Natureza multipolar, trabalhando o património material e imaterial de cada município, de uma forma complementar, pluridisciplinar e integrada, reforçando o conhecimento dos escritores, que se notabilizaram pela dimensão estética e força comunicativa das suas criações literárias, nomeadamente através de uma perspetiva que se diferencia pela criação de roteiros literários específicos e por uma rede de cooperação cultural intermunicipal”.

O protocolo de constituição da rede cultural “Ler e Partir: Geografias Literárias de Eduardo Lourenço, Eugénio de Andrade e Vergílio Ferreira” vai ser assinado no dia 1 de Março, um Domingo, pelas 15h30, na Biblioteca Municipal Vergílio Ferreira, em Gouveia, na sessão em que a autarquia de Gouveia também fará o anúncio do vencedor do Prémio Literário Vergílio Ferreira 2020, na categoria de romance.

O Prémio Literário Vergílio Ferreira, instituído pela Câmara Municipal de Gouveia, pretende homenagear o escritor Vergílio Ferreira, “bem como incentivar a produção literária, contribuindo desta forma para a defesa e enriquecimento da língua portuguesa”.

O galardão, com um valor pecuniário de cinco mil euros, será entregue ao autor seleccionado em cerimónia pública a realizar em Agosto, segundo o município.

O Prémio Literário Vergílio Ferreira já distinguiu, entre outras, as obras "Que possível ensaio sobre a verdade em Vergílio Ferreira", da autoria de Maria do Rosário Cristóvão (2018), "Dor de Ser Quase, Dor Sem Fim", de Iolanda Martins Antunes (2016), "O Cómico em Vergílio Ferreira", de Jorge Costa Lopes (2013), "Diário dos Imperfeitos", de João Morgado (2012), e "Estação Ardente", de Júlio Conrado (2006).

O autor de "Manhã Submersa" nasceu na aldeia de Melo, no concelho de Gouveia, na Serra da Estrela, distrito da Guarda, a 28 de Janeiro de 1916, e morreu a 1 de Março de 1996.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Cá Dentro

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Madeira adia Festa da Flor para Setembro e cancela Festival do Atlântico

05-04-2020 (11h37)

A Madeira anunciou hoje novas datas para a Festa da Flor, um dos seus eventos ‘bandeira’ de início da época alta, que devido à pandemia de covid-19 passa para o mês de Setembro e assim coincidirá com a Festa do Vinho da Madeira.

Festas do Povo de Campo Maior adiadas para 2021

27-03-2020 (13h42)

As tradicionais Festas do Povo de Campo Maior, no distrito de Portalegre, que adornam a vila com coloridas flores de papel, foram adiadas para 2021 na sequência da pandemia de covid-19, disse à agência Lusa fonte da organização.

Bela Vista Hotel & Spa encerra temporariamente

19-03-2020 (16h32)

O Bela Vista Hotel & Spa, em Portimão, anunciou que vai encerrar temporariamente "como medida preventiva à propagação do coronavírus".

ATL adia evento Peixe em Lisboa

19-03-2020 (12h48)

A  Associação Turismo de Lisboa (ATL) vai adiar o evento gastronómico anual Peixe em Lisboa, que decorre anualmente em Lisboa desde 2008, devido ao surto do novo coronavírus.

DGPC encerra museus, palácios e monumentos nacionais

16-03-2020 (11h09)

A Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) anunciou o encerramento de todos os museus, monumentos e palácios nacionais sob a sua tutela, como medida de combate à pandemia do novo coronavírus.

Noticias mais lidas