Casa do Século XV em Monção transformada em enoturismo dedicado ao Alvarinho

10-10-2018 (18h16)

Uma casa do século XV em Monção reabre séculos depois, no Verão de 2019, como unidade de enoturismo e centro de experimentação do vinho Alvarinho, num investimento próximo de três milhões de euros, disse hoje à Lusa o promotor.

O projecto turístico Casa da Torre - Quinta da Bemposta, do enólogo Anselmo Mendes, começou a ganhar forma em 2016 com a compra dos 62 hectares da propriedade que, em 2008, havia arrendado para “dar largas à sua veia de experimentador” e produzir a sua “casta de eleição”, o Alvarinho.

“Apaixonei-me pela quinta. Encontrei sete diferentes tipos de solos. Para quem é experimentador como eu, tenho um brinquedo óptimo para fazer investigação experimental e perceber o que cada solo imprime ao vinho Alvarinho”, afirmou o enólogo, natural de Monção.

Quando adquiriu a propriedade, situada na freguesia de Moreira, junto às margens do rio Gadanha, o maior afluente do rio Minho, as silvas e mato “escondiam um tesouro abandonado durante três séculos”: a Casa da Torre, do século XV, com o seu “ar medieval, a lembrar um castelo da Toscânia”, guardava uma história “fabulosa” que Anselmo Mendes não quis “atirar para baixo do tapete”.

“Foram precisos dois anos para reconstruir a história da casa e avançar para a sua reconstrução quase fiel. Foram recolhidos dados na Torre do Tombo, nos arquivos municipais e diocesanos”, referiu, adiantando que a investigação permitiu perceber a razão do abandono prolongado a que tinha estado votada. Em 1702, a herdeira da casa, Maria Cláudia Noronha de Magalhães e Meneses, casou “com um homem muito rico da linha de Avis e foi viver para Lisboa, sem nunca mais voltar”.

A habitação abrasonada, por onde passaram “as famílias mais importantes da altura desde os Castros aos Pereiras, Bacelares ou Soares” ficou entregue aos caseiros, tal com os terrenos.

O projecto turístico, agora “em fase avançada”, vai disponibilizar dez suites e um centro de experimentação do Alvarinho, a instalar nas três torres da casa.

Além do alojamento, com abertura prevista para Junho de 2019, a produção de Alvarinho que Anselmo Mendes começou a plantar na última década e que ocupa 45 hectares chegou, este ano, às 200 toneladas de uva.

Dentro de dois anos, estima o enólogo, e com mais cinco hectares que tenciona plantar, a produção atingirá o meio milhão de quilos de uva.

“É a maior plantação de Alvarinho do Alto Minho e do país. Não há nenhuma propriedade com 50 hectares de plantação contínua desta casta”, realçou.

Para já, o Alvarinho da Quinta da Bemposta está a ser canalizado para as marcas que Anselmo Mendes tem no mercado, mas o projecto turístico prevê a criação de um novo rótulo, para um vinho “com identidade e carácter”.

Além do Alvarinho, Anselmo Mendes produz Loureiro, em cinco quintas arrendadas no Vale do Lima.

Por ano, produz 800 mil garrafas de vinho Alvarinho e Loureiro, exporta para 35 países e factura 3,5 milhões de euros.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Cá Dentro

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Manteigas vai ter mais dois hotéis ainda este ano

23-05-2019 (10h45)

O concelho de Manteigas, na Serra da Estrela, prevê aumentar este ano a sua capacidade de alojamento com a entrada em funcionamento de dois hotéis, o Vila Galé Serra da Estrela e o Hotel Santa Luzia.

Guilty by Olivier chega ao Porto para quem gosta de comer “sem medos nem culpa”

22-05-2019 (14h18)

Um espaço para “todos os que gostam verdadeiramente de comer, sem medos nem culpa”, assim é apresentado o novo restaurante do chef Olivier da Costa na cidade do Porto, o Guilty by Olivier.

Alto Minho investe cerca de 350 mil euros em projecto de turismo náutico

22-05-2019 (11h25)

A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho vai investir cerca de 350 mil euros num projecto turístico para rentabilizar as potencialidades do território para desportos náuticos, envolvendo mais de 30 empresas da região.

Aldeias Históricas de Portugal promovem 3ª edição do ciclo "12 em Rede - Aldeias em Festa"

21-05-2019 (16h59)

A 3ª edição do ciclo "12 em Rede - Aldeias em Festa" vai decorrer a partir de 28 de Junho e até 30 de Dezembro, com 12 eventos com certificado "biosphere events", atribuído pelo Responsible Tourism Institute (RTI).

NAU Salgados Dunas Suites reabre com quartos e suites remodelados

21-05-2019 (15h56)

O hotel de 5-estrelas NAU Salgados Dunas Suites, situado na Herdade dos Salgados, em Albufeira, já reabriu após a renovação dos seus 151 quartos e suites, em que o grupo hoteleiro investiu mais de um milhão de euros.

Noticias mais lidas