Açores confiam obter até final do ano certificação como destino turístico sustentável

08-10-2019 (16h58)

Foto: Visit Azores
Foto: Visit Azores

A secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo do Governo dos Açores afirmou hoje que o executivo está “a trabalhar fortemente” para que “até final do ano” possa ser atribuída à região a certificação como destino turístico sustentável.

“Estamos a trabalhar fortemente para que assim seja possível”, afirmou Marta Guerreiro, indicando que se prevê uma auditoria da entidade certificadora ainda este mês.

A titular pela pasta do Turismo no governo do arquipélago açoriano falava aos jornalistas após a primeira reunião do Comité Consultivo para a Sustentabilidade do Destino Turístico Açores,  em Ponta Delgada,.

O comité tem como objetivo acompanhar, analisar, debater, emitir pareceres e fazer recomendações sobre o processo de certificação, sobre a implementação de instrumentos de planeamento, gestão e monitorização, bem como acompanhar a atividade da Estrutura de Gestão da Sustentabilidade do Destino Turístico Açores.

No âmbito deste processo de certificação, os Açores contam já com o estatuto bronze da EarthCheck, entidade certificadora de destinos turísticos sustentáveis.

Sobre a auditoria, a secretária regional do Turismo referiu que “vai avaliar um conjunto enorme de indicadores relativamente à região que foram recolhidos em relação aos últimos três anos e que vão desde as questões ambientais, mas também questões sociais como taxas de desemprego ou ainda questões de segurança, energéticas que serão analisadas numa primeira fase em gabinete”.

Posteriormente, os auditores irão estar presentes em três ilhas para visitas de campo a infra-estruturas e contactos com empresários.

Marta Guerreiro adiantou que hoje foi apresentado aos parceiros um plano de ação que contém um conjunto de medidas muito práticas, um documento que está disponível na Internet e “uma ferramenta que identifica e define as medidas a implementar a curto, médio e longo prazo”.

Segundo a governante, ao longo deste processo tem sido feita "uma recolha de um vasto conjunto de indicadores relativamente aos critérios da sustentabilidade, que não são só ambientais, mas também sociais, económicos e culturais", um conjunto enorme de iniciativas, desde a Cartilha da Sustentabilidade, que tem mais de 80 subscritores, ações nas escolas e grupos de trabalho por ilha.

Marta Guerreiro destacou “duas grandes áreas de importância” para os Açores obterem esta certificação, “a primeira de todas é uma questão de responsabilidade”, sublinhando a responsabilidade pelo “legado ambiental” e “cultural fantástico” do arquipélago.

“É também uma excelente oportunidade, porque nos coloca e nos posiciona como região que se quer promover no mundo como uma referência em termos de sustentabilidade”, frisou ainda.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Açores

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Ruas do Funchal vão ter mais de um milhão de lâmpadas este Natal

19-11-2019 (18h52)

A época natalícia da Madeira volta a ter este ano mais de um milhão de lâmpadas distribuídas pela cidade do Funchal, segundo o Governo Regional.

Solférias já vende Verão na Tunísia e em Porto Santo

15-11-2019 (10h57)

O operador turístico Solférias, que já está a vender pacotes de Verão para Hurghada desde finais de Outubro, também já lançou para o mercado programas para o próximo Verão na Tunísia e em Porto Santo, com voos de Lisboa e Porto.

TAP anuncia ponte aérea Lisboa – Porto desde 49 euros

13-11-2019 (12h28)

A TAP está a anunciar uma promoção para a ponte aérea Lisboa – Porto desde 49 euros, ida e volta, para compras feitas no seu website pelo menos 21 dias antes da viagem.

Memorial em Vilar Formoso dedicado aos refugiados recebeu 5.000 visitantes este ano

12-11-2019 (15h45)

O Memorial aos Refugiados e ao Cônsul Aristides de Sousa Mendes recebeu este ano "mais de 5.000 visitantes" e é um equipamento que está a atrair turistas para Vilar Formoso, no concelho de Almeida, anunciou a autarquia.

Derrocada em trilho na Madeira provocou 11 feridos

30-10-2019 (22h04)

A derrocada ocorrida na tarde desta quarta-feira no Caldeirão Verde, concelho de Santana, na Madeira, provocou 11 feridos, dois dos quais com gravidade, segundo um balanço final da Protecção Civil.

Noticias mais lidas