Macau recebe anúncio dos "50 Melhores Restaurantes da Ásia" pelo segundo ano consecutivo

07-03-2019 (16h00)

Foto: www.marine.gov.mo
Foto: www.marine.gov.mo

Macau vai acolher, pelo segundo ano consecutivo, o anúncio dos "50 Melhores Restaurantes da Ásia em 2019", em 25 de março próximo.

No ano passado, na sexta edição do evento, o restaurante Jade Dragon, em Macau, ficou no 35.º lugar na lista dos 50 melhores restaurantes da Ásia, cuja primeira posição foi, pela quarta vez consecutiva, para o Gaggan, em Banguecoque.

Em paralelo, vão decorrer também as "50 Melhores Conversas" ("50 Best Talks"), que vão ter como pano de fundo o tema as tendências atuais no mundo gastronómico, em que vários 'chefs' vão partilhar histórias e novas tendências.

No dia 25, vai também haver uma palestra sobre "Ingredientes Vitais", em que se discute a sustentabilidade e o consumo excessivo dos alimentos, pode ler-se na página oficial do evento "50 Melhores Restaurantes da Ásia em 2019".

Macau é “um destino gastronómico em rápida evolução (…) com uma variedade de mercados, experiências culinárias únicas e atrações culturais”, aponta-se na mesma nota.

Em declarações à operadora de jogo Wynn, que vai acolher o evento, a directora dos Serviços de Turismo de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes, enalteceu a transformação do território “num centro mundial de turismo e lazer” em que a gastronomia é um dos melhores valores.

Macau entrou para a Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) na área da Gastronomia em 31 de Outubro de 2017, tornando-se na terceira cidade na China, a seguir a Chengdu e Shunde, a conquistar tal feito.

Após o reconhecimento, foi lançado no início de 2018 o "Ano da Gastronomia de Macau", uma iniciativa inserida num plano a quatro anos para "forjar uma Cidade Criativa", à boleia da designação recém-atribuída.

Em Fevereiro deste ano, 24 restaurantes de Macau foram premiados pelo Guia de Viagens da Forbes 2019, que atribuiu a pontuação máxima de cinco estrelas a 16 destes espaços nos 'resorts integrados'.

Em comunicado, a Forbes destacou que “seis novos restaurantes [de Macau] conquistaram o cobiçado prémio de cinco estrelas pela primeira vez”.

Em Dezembro do ano passado, 19 restaurantes de Macau foram galardoados com estrelas atribuídas pelo Guia Michelin Hong Kong Macau 2019, que apresentou, também pelo segundo ano consecutivo, a 11.ª edição no território.

Os restaurantes Robuchon au Dôme e The Eight, ambos no hotel-casino Grand Lisboa, mantêm as três estrelas Michelin, enquanto o restaurante Jade Dragon, que tinha duas estrelas em 2017, passa agora a apresentar três.

O novo restaurante Alain Ducasse at Morpheus, do ‘chef’ de renome internacional, com mais de 20 restaurantes espalhados pelo mundo, arrecadou, na estreia em Macau, duas estrelas Michelin. Os restaurantes Feng Wei Ju, Golden Flower, Mizumi e The Tasting Room, continuam com duas estrelas.

Como em 2017, Macau mantém 11 restaurantes com uma estrela Michelin: King, Lei Heen, 8 1/2 Otto e Mezzo-Bombana, Pearl Dragon, Shinji by Kanesaka, The Golden Peacock, The Kitchen, Tim's Kitchen, Wing Lei, Ying e Zi Yat Heen.

“A gastronomia destas regiões é das mais ricas do mundo”, com uma diversidade que vai desde os traços “britânicos, portugueses, indianos, italianos” e cantoneses, disse o director internacional dos Guias Michelin, Gwendal Poullennec, durante a conferência de apresentação do Guia Michelin Hong Kong Macau 2019.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Gastronomia

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

RIU abre dois hotéis em “duas ilhas paradisíacas” nas Maldivas

21-05-2019 (17h21)

A RIU Hotels & Resorts tornou-se a primeira cadeia hoteleira espanhola a entrar nas Maldivas ao inaugurar dois hotéis em “duas ilhas paradisíacas”, unidas por um passadiço sobre a água, com 800 metros de comprimento.

Finnair promove ligação Lisboa-Banguecoque desde 519 euros

21-05-2019 (15h19)

A Finnair, representada em Portugal pela APG, está a promover uma tarifa para Banguecoque, na Tailândia, à saída de Lisboa, via Helsínquia, com o preço de 519 euros, ida e volta.

APG anuncia voos Lisboa - Banguecoque da Finnair desde 519 euros

17-05-2019 (13h42)

A APG, que representa em Portugal a Finnair, lançou hoje a tarifa promocional de 519 euros para voos ida e volta Lisboa - Banguecoque na companhia de aviação finlandesa, via Helsínquia.

Solférias leva à Tailândia agentes de viagens que mais venderem o destino

14-05-2019 (15h48)

O operador turístico Solférias vai oferecer oito lugares numa viagem de familiarização (fam trip) à Tailândia às oito agências de viagens que mais venderem os seus programas para o destino.

Emirates anuncia ofertas para voos de Portugal desde 499 euros

07-05-2019 (16h17)

A Emirates divulgou para o mercado um conjunto de ofertas para voos de ida e volta à partida de Portugal desde 499 euros, para destinos como Dubai, Bali e Maurícia.

Noticias mais lidas