Japão começa hoje a cobrar nova taxa de saída nos aeroportos e portos

07-01-2019 (15h51)

O Japão começou hoje a cobrar uma nova taxa de mil ienes, cerca de 8,07 euros, por passageiro à saída dos aeroportos e portos do país.

O retorno financeiro desta taxa, segundo a imprensa internacional, será aplicada em serviços turísticos, em informação turística sobre o Japão e em melhorar as condições dos turistas.

No ano passado, o Japão recebeu cerca de 30 milhões de turistas, e em 2020, sendo Tóquio a cidade anfitrião dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos, espera receber 40 milhões de turistas.

No ano de 2019, o país espera arrecadar cerca de 404 milhões de euros provenientes desta taxa.

A taxa já está a ser aplicada, a partir de hoje, nos bilhetes  de avião e barco, afectando locais e estrangeiros com maiores de 2 anos de idade. A taxa também será aplicada a passageiros em trânsito por mais de 24 horas.

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Japão é novo destino na programação do operador turístico Solférias

20-03-2019 (15h35)

A Solférias passou a incluir o Japão na sua programação, com dois pacotes com saídas regulares, para um mínimo de dois participantes, com acompanhamento de guia e assistentes locais em espanhol.

Meliá abriu “o seu mais espectacular hotel no Vietname”

20-03-2019 (13h16)

“Uma das grandes jóias de 2019”, é assim que o grupo espanhol Meliá Hotels International apresenta o seu novo resort no Vietname, o Meliá Ho Tram, um 5-estrelas sobre a praia em que todos os quartos têm vista para o mar.

Soltrópico promove “Campanha Escaldão” com ofertas para vários destinos

19-03-2019 (14h11)

O operador turístico Soltrópico está a promover a sua “Campanha Escaldão”, com ofertas para destinos como São Tomé, Maurícia, Salvador, Maldivas e Seicheles, a “preços que o vão deixar em brasa”.

Turistas portugueses “são bastante valiosos” para Macau, Alexis Tam

12-03-2019 (23h55)

O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura de Macau, Alexis Tam, afirmou que os turistas portugueses “são bastate valiosos” devido ao elevado tempo médio de permanência no território, que foi o mais elevado entre os principais mercados europeus em 2018, segundo dados consultados pelo PressTUR.

“Mistura das culturas é o que faz Macau diferente”, Maria Helena de Senna Fernandes

12-03-2019 (18h43)

Macau está a apostar na diversificação dos seus atractivos e a herança portuguesa vai continuar a ter um papel importante, porque a “mistura das culturas é o que faz Macau diferente”, disse ao PressTUR a directora dos Serviços de Turismo de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes.